As telas mais parrudas do iPhone 6 (4,7 polegadas) e do iPhone 6 Plus (5,5 polegadas) certamente agradaram muita gente. Entretanto, passada (parte) da euforia inicial, alguém deve ter se perguntado: “E os meus aplicativos?”. Bem, a Apple já pensou nisso. De fato, a Maçã anunciou que todos os apps já lançados para versões anteriores do smartphone devem se adaptar automaticamente às novas resoluções — embora parte do potencial dos aparelhos se perca com isso.

De acordo com o diretor de marketing da Apple, Phil Schiller, o iOS 8 possui embutido um escalonador que permite que os aplicativos se adaptem a diferentes tamanhos de tela. Durante a demonstração, Schiller utilizou um aplicativo da CNN. “Simplesmente funciona”, disse ele.

Atualizar ainda é o melhor caminho

Entretanto, apesar de o ambiente de desenvolvimento livre da Apple, o Xcode, possuir permitir tal comodidade, parte das vantagens do iPhone 6 e do iPhone 6 Plus acaba por se perder. Para contornar isso, não tem jeito. É preciso que os desenvolvedores de aplicativos alterem ativamente seus softwares para as novas versões — algo que a CNN, por exemplo, já fez.

Bem, considerando-se que há mais de 1,3 milhão de aplicativos disponíveis atualmente na App Store, é de se crer que as softhouses farão algumas horas extras para dar conta da adaptação. Afinal, além da maior resolução, o novo iPhone ainda traz ferramentas como o Reachability — em que basta um duplo toque na TouchID para conferir as notificações — e visualização horizontal integrada (com funcionamento semelhante ao de um iPad Mini).

Ademais, o iOS 8 ainda inclui diversas ferramentas de otimização que permitem utilizar o sistema utilizando apenas uma das mãos — mesmo no caso de um aparelho com as dimensões do Plus, vale dizer. Há também interface de gravação e teclado preditivo. Para os desenvolvedores, a Maçã ainda conferiu acesso direto ao chip M8, facilitando a produção de aplicativos com maior necessidade de processamento gráfico.

Mais de 1,3 milhão de aplicativos

Conforme a Apple anunciou durante o evento de lançamento dos novos iPhones 6, a App Store passou recentemente a marca de 1,3 milhão de aplicativos disponibilizados. Um crescimento bastante acentuado, é preciso notar. Afinal, em junho eram 1,2 milhão de aplicativos e, em janeiro deste ano, pouco mais de 1 milhão — sendo que 500 mil representavam aplicativos nativos do iPad. Um aumento de 100 mil a cada dois ou três meses? Nada mal.

Cupons de desconto TecMundo: