Desde que o iPhone se tornou um fenômeno de vendas, cada novo modelo do aparelho é alvo de diversos rumores e vazamentos, que muitas vezes revelam todas as novidades trazidas por uma atualização antes de ela ser anunciada oficialmente. Nada contente com a situação, a Apple contratou uma verdadeira força-tarefa de chineses para evitar que essa rotina se repita no futuro.

Segundo o informante Sonny Dickson, conhecido pela publicação de diversos componentes de versões preliminares do iPhone e do iPad em 2013, a companhia reforçou seus pedidos para que autoridades chinesas prendam quem está tentando falar sobre o iPhone 6 antes da hora. “Há aproximadamente 200 oficiais de segurança procurando capturar aqueles que ousam vender acessórios”, disse ele em sua conta no Twitter.

Anteriormente conhecida como uma das empresas mais seguras do mundo nesse sentido, atualmente a Apple pode ser considerada o maior alvo de vazamentos. Entre os principais responsáveis pelo problema está a extensa cadeia de suprimentos e produção dos parceiros comerciais da empresa, que parecem estar apertando o cerco aos responsáveis a pedido da organização de Cupertino. No entanto, como há centenas de milhares de trabalhadores envolvidos na fabricação dos novos produtos, é difícil imaginar que a companhia vá ser totalmente bem-sucedida em sua missão.

Cupons de desconto TecMundo: