iPhone 5S desmontado (Fonte da imagem: Reprodução/AllThingsD)

A empresa de pesquisas IHS adora o lançamento de novos iPhones, e a razão é muito simples: eles costumam desmontar o aparelho recém-lançado durante a análise, além de estimar o custo de produção de cada unidade. Por isso, a alegria neste ano foi dobrada, visto que a IHS teve tanto o iPhone 5S quanto o iPhone 5C para dissecar.

O estudo dos equipamentos revelou que, apesar das diferenças mais óbvias, ambos são muito parecidos internamente. E isso não é tudo: de acordo com o relatório, que deve ser disponibilizado online amanhã, pela IHS, a Apple gasta cerca de US$ 191 (R$ 419) para produzir o iPhone 5S de 16 GB de armazenamento interno.

A versão de 64 GB sai um pouco mais cara, subindo para US$ 210 (R$ 461). Além disso, há o custo da montagem, que possui a valor médio de US$ 8 (R$ 17,5) por unidade, o que faz com que o custo de produção de um iPhone 5S varie de US$ 199 (RS$ 437) a US$ 218 (US$ 479).

Display é a parte mais cara

O valor do iPhone 5S é bastante parecido com o do iPhone 5 original, que a IHS estimou em US$ 205 (R$ 405), no ano passado. Sem contrato, o aparelho é vendido ao consumidor final por um valor que varia de US$ 649 a US$ 849, dependendo da capacidade de armazenamento desejada. No Brasil, o iPhone 5 varia de R$ 2,3 mil (16 GB) a R$ 2,9 mil (64 GB), na Apple Store.

Já o iPhone 5C tem preço de produção reduzido, variando de US$ 173 (R$ 380) a US$ 183 (R$ 402), e US$ 7 (R$ 15) para a montagem de cada unidade.

O maior custo do aparelho está relacionado às partes que compõem o display do iPhone, totalizando US$ 41 (R$ 90) por unidade. Além disso, esses componentes vêm de diversos fabricantes, incluindo Sharp e LG.

Muito parecidos por dentro

De acordo com um dos autores do relatório, Andrew Rassweiller, o iPhone 5S e 5C são muito parecidos por dentro. “Eu diria que são o mesmo telefone, exceto pelo fato de que o iPhone 5S possui leitor de digitais, processador A7 e alguns chips que consomem menos energia”. Esses componentes, por sinal, possuem custo relativamente baixo: US$ 19 para a CPU A7 e US$ 7 para o leitor de digitais.

Porém, antes de sair reclamando por aí, não podemos esquecer que a montagem e os componentes eletrônicos são apenas dois elementos do total do custo de produção. dos gadgets. Distribuição, marketing e a pesquisa e desenvolvimento empregados por trás de cada modelo encarecem o valor das unidades substancialmente.

Cupons de desconto TecMundo: