Na maioria dos lugares, colocar seus filhos de castigo normalmente significa tirar deles seus celulares, tablets, computadores e todo tipo de aparelho eletrônico, mas isso só vale, é claro, se não estivermos falando dos norte-americanos nascidos no Sul do país. Prova disso é um vídeo trazido recentemente pelo jornal Daily Mail: nele, uma mãe sulista resolve punir seus filhos da maneira clássica dos red necks – atirando no precioso iPhone 5c de um deles.

“Por meio desta denuncio os efeitos que a mídia social tem em meus filhos, sua desobediência e seu desrespeito”, começa a mulher, que logo aponta sua escopeta para o smartphone, apoiado sobre um tronco de árvore. Com um disparo, o aparelho é atingido em cheio, se despedaçando. Mas, não satisfeita, ela manda que o responsável por filmar a cena junte o que sobrou do celular novamente.

Isso é o que sobrou do aparelho após o primeiro tiro. No segundo, não sobrou quase nada para contar a história

“Eu me recuso a ser amaldiçoada. Eu me recuso a ser desobedecida”, continua ela, em uma postura que mas parece um juramento de patriotismo. “Eu tomo de volta meu papel como sua mãe”, diz antes de mais um disparo certeiro.

Durante a gravação, é mostrado que os filhos estão presentes nos momentos finais do iPhone. Nenhum deles, obviamente, está feliz com a cena, deixando bem claro em frases (e gestos) que não ligam a mínima para a decisão de sua mãe de recuperar o controle de sua família.

Você provavelmente estaria tão feliz quanto eles em ver seu celular ser transformado em pedaços

Como dois tiros aparentemente não foram suficientes para saciar a fúria da mãe, os restos do smartphone são novamente colocados em seu “altar de sacrifício” e esmagados com a ajuda de uma marreta – não antes, é claro, de mais um discurso hilário da mulher.

“A vida de meus filhos é mais importante para mim do que qualquer eletrônico nesta Terra. Eu me recuso a tê-los influenciados em maneiras negativas. Contatar pessoas que eles não conhecem, estar envolvidos em dramas nos quais eles não precisam estar e ter problemas na escola por tirarem seus celulares.”

Porque obviamente dois tiros em cheio não foram suficientes para inutilizar o celular

E assim, dois golpes depois, a mãe simplesmente larga a ferramenta, deixando os restos do aparelho e indo embora: “Terminei”, afirma.

Infelizmente, nada mais foi revelado sobre o que levou a mulher a disparar contra o aparelho. Logo, não há como saber se esse é um caso de filhos bastante malcriados, de uma mãe que vê a internet como o mal encarnado ou um pouco dos dois.

Mas de uma coisa temos certeza: essa não é a primeira (e nem a última) vez em que pais furiosos resolvem transformar os eletrônicos de seus filhos em um monte de sucata.

Qual foi a punição mais absurda que você já viu um pai dar ao seu filho envolvendo eletrônicos? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: