Os populares aparelhos da Apple sempre são notícia no mundo da tecnologia. Esta semana eles ganham destaque por três motivos: transformações, utilização acadêmica e, também,  rumores de nova função 3D.
iPod que vira iPhone

Uma dupla de pesquisadores chineses, da empresa Yosion, pode ser o mais novo motivo de ira de Steve Jobs. Eles desenvolveram um case para iPod Touch que é capaz de transformá-lo em um iPhone.

A aparência dos dois aparelhos é muito similar, sendo o iPhone um pouco mais pesado e com maior espessura por conta de sua bateria – de maior potência. No entanto, o iPod Touch é bem mais barato e a transformação em iPhone pode sair por apenas U$ 78.

O case, colocado na parte traseira do iPod, possui uma bateria, uma placa de circuito e um slot para cartões SIM, utilizado pelas operadoras. Na China já é possível adquirir o que eles chamam de “Apple Peel” (“peel” significa casca, em inglês).

Divulgação: GoSolarUSA

A empresa americana GoSolarUSA pretende implementar a ideia nos Estados Unidos em breve, viso que o iPhone é vendido bloqueado somente em parceira com a operadora AT&T, tendo um contrato de dois anos de fidelidade. Dessa forma, além de possuir um “iPhone” mais barato, o usuário ainda tem liberdade para escolher a empresa que quer utilizar.

Obviamente, a única maneira de fazer esta transformação é através do jailbreak do aparelho, o que faz com que o usuário perca sua garantia. A GoSolarUSA ensina, em sua página oficial, aos usuários de iPod Touch como fazer jailbreak em seus aparelhos.

Divulgação: Engadget

Fonte: Engadget

Depois de instalado, o Apple Peel permite que você faça ligações, receba e envie mensagens de texto. Sua bateria dura cerca de 4 horas e meia para ligações, com 120 horas de standby. Esta pode ser uma alternativa mais barata para quem quer possui um telefone da Apple.

iPad em escavações arqueológicas
A Apple divulgou em seu site oficial imagens do iPad em escavações na Pompéia, o maior sítio arqueológico do mundo. Cientistas estão usando o gadget para fazer anotações e comparações, deixando de lado os velhos blocos e canetas.

Divulgação: Apple

Segundo a empresa, os aplicativos do iPad podem ajudar a buscar informações históricas com maior rapidez e precisão. As imagens mostram os pesquisadores em campo com seus iPads, examinando diferenças de padrão nas construções e utilizando apps como iDraw e Pages.

O iPad também funciona como uma excelente forma  de compartilhar novas informações. As descobertas são fotografadas e enviadas para um computador, atualizado duas vezes por dia para que todos recebam todas as imagens do dia.

Sua bateria de longa duração também é citada como um fator importante para levar o aparelho para campo, pois não há eletricidade por perto. Além disso, não há problema de sujeira no teclado ou apoio para notebooks.

Observe nas imagens divulgadas pela empresa o trabalho dos pesquisadores, auxiliados por seus iPads durante as escavações e pesquisas:

 

iPhone com imagem em 3D
A visualização de imagens em três dimensões pode estar mais próxima do iPhone do que  você imagina. Aliás, não só do iPhone, mas também dos aparelhos com sistema operacional Android.

A empresa Spatial View anunciou que está trabalhando em um aplicativo que vai permitir que os aparelhos exibam imagens em terceira dimensão sem que o usuário precise de um óculos especial para visualizar o efeito.

Divulgação: Spatial View

O iPhone será o primeiro contemplado, com o aplicativo 3DeeCentral. Ele é capaz de direcionar o usuário para conteúdos desenvolvidos especialmente em 3D, em formato retrato ou paisagem, não importando a orientação de seu aparelho.

O 3DeeCentral já foi enviado à Apple, para as versões 3G e 3GS e custará U$ 20. Os usuários do iPhone 4 devem receber sua versão do aplicativo em breve; o programa para o Android ainda está em desenvolvimento.

Cupons de desconto TecMundo: