No processo, a empresa alegava que o nome iPad já havia sido comprado em 2009 (Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

Chegou ao fim mais uma disputa na justiça que envolvia a gigante Apple — o Tribunal de Guangdong anunciou que a empresa teve que pagar 60 milhões de dólares pelos direitos sobre o nome “iPad”, decisão que removeu um grande obstáculo nas vendas do tablet na China.

Apesar da Apple ter alegado que havia comprado o direito do termo iPad da empresa Shenzhen Proview Technology em 2009, autoridades chinesas afirmaram que não houve nenhuma transferência referente ao nome.

Aparentemente, se as duas empresas não entrassem em um acordo, tal questão poderia impedir a venda do tablet na China — que é o segundo maior mercado da Apple (perdendo apenas para os Estados Unidos), além de ser uma grande base de produção para o iPad e outros produtos.

Fonte: Associated Press

Cupons de desconto TecMundo: