Ampliar (Fonte da imagem: Tihn Tê´)

No fim da semana passada, o Tecmundo já havia falado sobre a possibilidade de que o novo iPad teria uma memória RAM maior que a anterior. E agora, um benchmark vazado pelo site vietnamita Tinh tê´ mostrou que isso é verdade. Junto disso, também descobrimos a velocidade de clock do processador ARM do tablet, que é de 1 GHz.

Mas isso não quer dizer que o iPad está muito mais poderoso, como o escore de 756 revelou. De fato, a diferença existe, mas não é tão visível, já que boa parte da capacidade extra deverá ser usada para sustentar a tela com resolução de 2048x1536 pixels.

Além da melhora na memória, parece que outro upgrade importante para o tablet da Maçã foi a bateria: segundo o site 9TO5Mac, o novo iPad precisará de uma fonte de energia grande, para sustentar os 70% a mais que ele vai gastar com relação ao seu antecessor.

Agora, resta saber que efeitos isso vai acarretar ao aparelho, como o tempo que ele vai levar para carregar e se ele vai esquentar ainda mais. Mas isso tudo provavelmente só saberemos no próximo dia 16, quando o novo iPad for lançado.

Cupons de desconto TecMundo: