Apple tem medo que versão Mini roube as vendas do iPad

1 min de leitura
Imagem de: Apple tem medo que versão Mini roube as vendas do iPad
Avatar do autor

(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Nada de problemas de fabricação, custos altos demais ou dificuldades de montagem. De acordo com um novo relato, o medo de canibalismo entre o iPad e sua versão Mini seria o principal motivo para a Apple estar reticente em usar a tecnologia Retina Display na nova versão de seu tablet pequenino.

Os relatórios financeiros do último trimestre já mostraram uma queda nas vendas dos aparelhos e uma tendência ao irmão menor roubar uma fatia de público do maior. Isso, no final das contas, reduziria fortemente as margens de lucro da Apple e a tornaria uma consumidora consigo mesma, uma situação que não é desejável a empresa alguma.

Segundo rumores, a ideia da Maçã agora seria diferenciar bem os dois dispositivos, apresentando fatores exclusivos a cada um deles que vão além do tamanho, pura e simplesmente. No futuro próximo, a expectativa é de lançamento de uma segunda versão do iPad Mini com mudanças em relação a seu antecessor, com a versão Retina Display chegando apenas em 2014.

Como sempre, a Apple não fala no assunto. A empresa ainda não se pronunciou sobre os planos para sucessão do iPad Mini no mercado.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Apple tem medo que versão Mini roube as vendas do iPad