(Fonte da imagem: Reprodução/Engadget)

O sucesso do iPad mini é tão grande que a sua demanda começou a atrapalhar a produção do iPad convencional, que é o tablet de 9,7 polegadas. É lógico que a fabricação do dispositivo mais “antigo” não parou, mas a Sharp teve que diminuir significativamente a produção de telas para o aparelho maior.

As compras do iPad mini estão tão altas que uma fábrica em Kameyama, no Japão, baixou a sua produção para o mínimo. Dessa maneira, somente os aparelhos que já estavam na fase de montagem foram atendidos, o que deixa claro o interesse do público consumidor em experimentar o tablet de 7,9 polegadas.

E as vendas vão cair

Ainda não é possível dizer com exatidão a porcentagem que corresponde a essa queda de produção, mas a companhia Macquarie Research estima que a venda de iPads tradicionais caia 40% no primeiro trimestre deste ano — se isso acontecer, até 8 milhões de unidades do aparelho vão ser vendidas.

A Apple continua trabalhando com outras empresas que fornecem telas, como a LG e a Samsung, de modo que todos os seus tablets vão continuar sendo produzidos. Contudo, é muito provável que o foco continue sendo o iPad mini.

Cupons de desconto TecMundo: