(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Às portas do lançamento do mais novo iPad, talvez seja o momento de dar uma olhada no que alguns representantes da mídia especializada têm achado do modelo mini.

Afinal, diante das atuais ofertas na faixa das 7 polegadas, vale a pena adquirir um iPad mini? A ausência da Retina Display pode incomodar? Podem existir problemas de compatibilidade? Bem de forma geral, as análises têm sido positivas. Confira abaixo.

The Verge

Joshua Topolsky, do site The Verge, parece ter ficado realmente comovido diante do novo salto de gerações do tablet da Apple. “Momentos depois da apresentação do iPad mini no evento da Apple em San Jose, eu apressadamente escrevi que ele faria os outros tablets dessa categoria se sentirem como brinquedos”, disse ele, acrescentando: “Talvez eu tenha exagerado um pouco levado pela emoção do momento”.

(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

De qualquer forma, o redator chamou a atenção para a qualidade de construção do novo iPad, utilizando termos como “lindo de se ver” ao afirmar ainda que se trata de “um produto feito para durar”. Para Topolsky, o iPad mini apresenta uma qualidade até então inédita entre os tablets de 7 polegadas.

Wall Street Journal

Um pouco menos impressionado que o redator do site The Verge, Walt Mossberg, do Wall Street Journal, encontrou um gadget que simplesmente cumpre a sua proposta. "Testei o iPad mini por vários dias e achei que ele faz exatamente o que promete. Ele traz a experiência do iPad em um dispositivo menor."

(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Mossberg também destaca a compatibilidade do novo iPad: “Todos os aplicativos que eu uso no meu iPad maior funcionaram perfeitamente no mini.” O analista ressalta ainda a facilidade do manuseio da nova versão, embora acrescente: “Minha únicas reclamações são que ele é um pouco grande demais para caber na maioria dos meus bolsos, e a resolução da tela é um grande passo para trás em relação à tela Retina do iPad maior”.

Tech Crunch

“Se houver uma fraqueza deste dispositivo, ela será a tela”, disse MG Siegler, do site Tech Crunch. “Mas essa afirmação vem com um asterisco muito grande”, ele acrescenta, afirmando que com o tempo é fácil se acostumar ao “downgrade” do novo modelo — que não traz o display Retina.

New York Times

David Pogue, do New York Times, exaltou a compatibilidade do iPad mini, o que chamou de “golpe de mestre da Apple”. Basicamente, ao manter o mesmo formato de tela e a mesma resolução do iPad 2 (1024x768 pixels), a companhia tornou possível rodar todos os milhares de aplicativos preexistentes — tanto dos modelos anteriores do gadget quanto do iPhone.

(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Embora reconheça que o tamanho relativamente menor do aparelho diminua letras e gráficos, o analista considera que a redução vale a pena. “Acima de tudo, o mini dá a você todas as vantagens do iPad em um tamanho mais prático, e isto é incrível. O mini é o que o iPad sempre quis ser”, conclui.

SlashGear

O Slash Gear consta também no grupo dos emocionalmente estáveis. Para Vincent Nguyen, analista que bateu de frente com o iPad mini, a grande vantagem aparece quando se considera o espaço que há atualmente para o sistema iOS. “Não é o tablet mais rápido, não é o mais barato, nem o que traz o display com maior densidade de pixels”, disse Nguyen.

Ele continua: “Entretanto, trata-se daquele que tem à disposição inúmeros aplicativos, que possui integração com o ecossistema do iOS/iTunes, que inspira familiaridade ao ser utilizado e que, é claro, o peso da marca [Apple]”.

Daring Fireball

Não, nem todos ficaram assim tão impressionados com a diminuição do iPad. Por exemplo? John Gruber, do site Daring Fireball, e sua esposa. “Nossa, parece um Kindle, mas a tela é terrível! Essa foi a reação inicial da minha esposa quando eu lhe entreguei o iPad mini para ver o que ela, uma ávida utilizadora diária de um iPad 3, acharia”.

Gruber garante que ficou com a mesma impressão da esposa — o que não se alterou após a utilização prolongada. “O iPad mini não é um dispositivo que necessite gastar muito tempo para entender. Minha reação imediata da semana passada permanece inalterada após uma semana de uso diário”, conclui.

Fontes: The Verge, Wall Street Journal, Tech Crunch, New York Times, Slash Gear, Daring Fireball 

Cupons de desconto TecMundo: