Dois sujeitos de Melbourne, na Flórida (EUA), apareceram recentemente com uma geringonça que promete abrir cofres pela bagatela de US$ 150 (aproximadamente R$ 360). Normalmente, aparelhos com essa função custam milhares de dólares e são vendidos exclusivamente para membros das forças armadas.

O aparelho funciona segundo o princípio algorítmico da “força bruta”. Em outras palavras, a estrutura lança mão de todas as combinações possíveis em um cofre até encontrar a correta. De acordo com os criadores, o processo todo demora um máximo de quatro dias — embora o primeiro teste tenha levado duas semanas inteiras.

A estrutura toda, de fato, se parece com algo barato. Trata-se apenas de uma armação formada por componentes criados em uma impressora 3D e de um controlador Arduino. A estrutura foi toda montada com componentes eletrônicos reaproveitados e com motores de passo — cuja precisão da operação permite rotações em ângulos exatos. É verdade que o processo de “tentativa e erro” acabou por tomar US$ 1,5 mil dos inventores.

Fechaduras do grupo 2

Até o momento, entretanto, apenas um tipo de fechadura é atendida pelo invento, embora seja possivelmente o mais comum. “Usa-se fechaduras do grupo 2 para praticamente tudo”, disse Jay Davis, um dos inventores da máquina, em entrevista ao site The Register, referindo-se àquelas seguradas por grupos de um, dois ou três números — e utilizadas tanto em residências quanto em cofres de caixas eletrônicos.

“Nós estamos trabalhando atualmente com as combinações remanescentes, de forma que, caso você seja preso, é melhor fugir e voltar para tentar novamente — não que nós apoiemos isso”, brincou o sujeito.

Comece pelas combinações default

Entretanto, para poupar tempo, os criadores recomendam que se utilize primeiro as combinações default. Trata-se dos números fornecidos diretamente pelo fabricante, os quais, segundo os inventores, dificilmente são alterados pelo proprietário — isso porque o processo todo é um belo chute nas partes pudendas, dizem os sujeitos.

“Muitas dessas trancas tem normalmente apenas 10 combinações default, as quais nunca são alteradas, e provavelmente você deveria iniciar por elas”, disse Davis ao referido veículo. A dupla garante que, ao carregar essas combinações do fabricante para dentro da placa controladora Arduino — por meio de um cartão SD —, o procedimento de abertura pode ter o tempo reduzido de dias para apenas alguns poucos minutos. De fato, os criadores acreditam que esse seja parte do procedimento adotado pela versão militar do aparelho.

Cupons de desconto TecMundo: