O designer Lior Elazary criou uma maneira no mínimo diferente para poder ver as horas. O que ele fez foi trazer a simulação de como funciona uma CPU para o “universo” dos relógios de parede.

A iniciativa do Mechanical CPU Clock, segundo o próprio Elazary em seu site, partiu da ideia de criar uma maneira de explicar para os seus filhos como é o funcionamento de um computador e de seus principais componentes. Mas e como essa geringonça funciona?

Primeiro, é preciso lembrar que para uma CPU trabalhar é preciso lhe dizer o que ela deve fazer, portanto, é necessário que ela receba instruções. Assim, para simplificar (acredite, poderia ser ainda mais complicado!), o relógio só trabalha informando as horas.

Na verdade, as horas podem ser tratadas aqui como uma variável. O que o relógio faz é verificar se essa hora é igual a 11 (como ele utilizou indexação igual a zero, então o 12 é representado por um zero).

Se a checagem for verdadeira, ela então redefine essa variável novamente para zero. Isso porque a ideia é exatamente mostrar como uma CPU funciona e, caso ela simplesmente mostrasse as horas, seria “apenas mais um relógio”.

Assim, em vez disso, algumas instruções básicas foram escritas para que o Mechanical CPU Clock trabalhe, como manter as horas como uma variável no registro para que isto sirva como base de funcionamento do relógio. Por fim, Lior Elazary utilizou 1-bit de memória para o equipamento funcionar como uma unidade de controle.

Cupons de desconto TecMundo: