Em um mundo caótico, o prédios que se movimentam criariam cidades nômades (Fonte da imagem: Reprodução/Yanko Design)

Prédios autossustentáveis — que permitem aos moradores produzirem alimentos e contarem com água potável — estão em pauta há alguns anos, especialmente devido ao futuro incerto que muitos ambientalistas traçam para o planeta. 

No entanto, o que acaba por destacar o projeto “Migrant Skyscraper” — que também tem como proposta ser autossustentável — é que ele simplesmente poderia se movimentar. Cercado por um pneu gigante, o prédio surgiria como uma solução em um mundo instável aos humanos.

Segundo os arquitetos responsáveis, Damian Przybyła e Rafał Przybyła, o “Migrant Skyscraper” tornaria-se um porto seguro aos moradores, oferecendo estabilidade e autossuficiência para que eles possam se locomover sem sair de casa, independente de como estiver o ambiente — o que também  aumentaria a segurança caso catástrofes naturais e sociais acontecessem.

Sustentabilidade em todos os aspectos

O projeto permitiria a sobrevivência dos moradores com plantações e água potável (Fonte da imagem: Reprodução/Yanko Design)

De acordo com o projeto, o edifício dependeria de um motor biocombustível para se movimentar. O pneu seria formado por uma borracha reciclada e os moradores contariam com espaços verdes para sobreviverem — sendo possível, por exemplo, plantar e criar animais, além de contar com sistemas de água potável e de irrigação.

Cupons de desconto TecMundo: