Twitter, Orkut, Facebook e blogs, todos eles são relacionados às interações sociais na internet. Mas como acontece em quase todos os ambientes de convívio comum, a internet também é palco para uma série de confusões, discussões acaloradas e até mesmo agressões verbais bastante pesadas: ofensas, xingamentos e calúnias.

Você já deve saber que estamos nos referindo aos “barracos” que acontecem. A diferença entre os “barracos” comuns e os ocorridos na internet é a abrangência que estes segundos alcançam. Sempre vai existir alguém disposto a capturar screenshots das brigas e guardar o momento para a posteridade.

Você se lembra de alguns dos barracos mais comentados dos últimos tempos? Acompanhe este artigo do Tecmundo para relembrar e conhecer quais foram as brigas mais memoráveis. Será que os seus artistas favoritos estão presentes nesta lista?

"Pedro! Cadê meu chip?"

Sucesso absoluto em todas as conversas sobre internet, este vídeo capturado em uma pequena cidade ainda é considerado um dos maiores barracos da história. Uma mulher, emocionalmente abalada, grita a plenos pulmões para pedir o chip de seu celular. Quem estava com ele? Pedro: o nosso herói.

Saldo do barraco: apesar de toda a gritaria da moça, Pedro não apareceu para devolver o chip dela. Esperamos que ela não tenha ficado com dor de garganta.

“Faz sentido sim, Felipe Neto!”

Felipe Neto é um dos videologgers a quem mais se assiste no Brasil, sendo visto por milhões de usuários em cada um de seus vídeos, muitas vezes polêmicos. É o caso de um determinado vídeo postado para falar mal de Fiuk (vocalista da banda Hori e ator), que também foi seguido por uma série de tweets destinados ao cantor.

Felipe Neto inventou o verbo

Fonte da imagem: divulgação

Não demorou para que o filho de Fábio Jr. se manifestasse. Muito polido, ele respondeu no Twitter: “Ae, @felipeneto, vc é mto bom cara! Só não mexe com quem ta quieto. É triste ter q falar mal dos outros p/ fazer sucesso. Mas ficou engraçado” (sic). E não foi apenas ele que se manifestou na rede.

Vários fãs de Fiuk criaram vídeos para acusar Felipe Neto de diversas formas, desde os mais educados até os mais passionais. “Faz sentido sim, Felipe Neto”: essa foi uma das frases mais memoráveis do ocorrido. Saldo do barraco: Felipe Neto conseguiu ainda mais visibilidade e hoje possui um programa no canal Multishow. Fiuk continua sendo filho do Fábio Jr., cantor, ator e ídolo teen.

“Vocês acham mesmo que eu vou discutir no Twitter?”

Junte um vocalista considerado “emo” e outro “rebelde”, adicione o Twitter e espere alguns minutos para desfrutar de um grande barraco. Foi exatamente isso que aconteceu entre Di Ferrero (do NX Zero) e Tico Santa Cruz (Detonautas Roque Clube e, na ocasião, Raimundos), logo após o primeiro declarar que a banda Raimundos precisava do vocalista original de volta.

A banda de Di Ferrero

Fonte da imagem: divulgação

Em poucos minutos, Santa Cruz respondeu pedindo para que o vocalista do NX Zero fosse pentear os cabelos no programa do Faustão. E esse foi só o primeiro de uma série de tweets agressivos, que acusavam Di Ferrero de ser covarde e apagar mensagens para amenizar a situação.

A única mensagem de Ferrero que permaneceu na web foi a que dizia: “Vocês acham mesmo que eu vou discutir no Twitter?”. Saldo do barraco: Di Ferrero continuou seguindo sua vida normalmente. Santa Cruz participou do programa “A Fazenda” e protagonizou brigas com outro ex-ator de Malhação.

“O que eu gasto com a ração do meu cachorro é o seu salário do mês”

Em 2010, a grande sensação do esporte nacional foi o jovem time do Santos. Com vários jogadores de 17 e 18 anos, o Peixe passou por cima de uma série de adversários para conquistar alguns importantes títulos. Mas, para alguns, a humildade não veio junto com a fama, como é o caso dos jogadores Felipe, Mádson e Zé Eduardo.

Durante uma conferência pelo serviço TwitCam, os três começaram a se irritar com os participantes da conversa e um deles acabou soltando a pérola: “O que eu gasto com a ração do meu cachorro é o seu salário do mês”. Outro decidiu mandar um recado a Robinho (também na equipe, na ocasião), dizendo que este não faria falta alguma no time.

O caso repercutiu por várias semanas, sendo objeto de discussão em vários programas especializados. Saldo do barraco: os jogadores foram advertidos pela diretoria do Santos. A torcida não aceitou a falta de humildade e respeito dos atletas e a ainda hoje há quem não perdoe a atitude.

Briga de marido e mulher: todo mundo vê no YouTube

Há quem prefira manter este tipo de problema entre quatro paredes, mas a protagonista desta história decidiu fazer o caminho mais inverso possível. Após ser traída pelo marido, ela chamou a “amiga” (que era a amante) para uma conversa “despretensiosa” e um “cafezinho”. As aspas acabaram e os bofetões começaram em poucos minutos.

Por mais que os envolvidos tenham tentado bloquear o acesso do vídeo no YouTube, não demorou para que novas versões surgissem. Hoje, no serviço de vídeos da Google, há algumas dúzias de versões e redublagens, além dos vídeos de respostas e incentivo à agressora. Saldo do barraco: quem é que ainda não viu o vídeo?

Zangief Kid: o dia em que o oprimido reagiu

Em todas as escolas, infelizmente, é possível encontrar algumas crianças que são excluídas das rodas de convívio por não obedecerem a alguns padrões das outras. São meninos e meninas que, por usarem óculos ou estarem um pouco acima do peso, são discriminados pelos colegas. Assim é o bullying.

No início de março de 2011, começou a circular um vídeo em que o menino oprimido deixou de ser a vítima calada, revidando os ataques de seus opressores. Casey Heynes (também conhecido como “Zangief Kid”) transformou-se em um verdadeiro herói para grande parte dos usuários da internet.