A internet no Brasil é um problema que se arrasta há um bom tempo, e a solução ainda está num horizonte indefinido pelo governo e pela infraestrutura do país. Nas escolas, a situação não chega a ser miserável, mas é preocupante: mais de 30 mil escolas da rede pública não têm qualquer tipo de conexão à internet, o que representa 22% da fatia total. Nas zonas rurais, a taxa de computadores conectados é alarmante: apenas 13% têm acesso à rede.

Os dados foram levantados em uma pesquisa do Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS). Na visão do órgão, a internet é algo que democratiza o acesso à informação. “Ao expandir o acesso à informação e permitir que professores e alunos acionem diferentes fontes e aprofundem seus repertórios, democratiza-se o acesso à informação e a materiais pedagógicos de qualidade”, opina Ronaldo Lemos, diretor do ITS.

Acesso é maior em escolas urbanas

De acordo com o estudo, o acesso é maior em escolas urbanas: em média, 80% estão conectadas. Mas isso ainda deixa uma margem considerável de escolas offline: mais de 9 mil estabelecimentos não acessam a rede, fatia que representa 4,5 milhões de alunos no país.

Nessas escolas, o governo federal tem uma iniciativa: o Programa Banda Larga nas Escolas, em que empresas de telefonia fornecem a conexão numa lei que prevê banda larga de pelo menos 2 Mbps. Mas essa meta está aquém daquela praticada em outros países emergentes, já na casa dos 50 a 100 Mbps.

Escolas rurais: a nata do problema

As escolas rurais, conforme mencionado no início desta notícia, são as que mais sofrem com acesso à internet. Para elas, há um edital aprovado em 2012, o qual prevê que operadoras de celular ofereçam conectividade 4G gratuita para instituições de ensino que atendam mais de 185 alunos.

Nesse contexto, as áreas mais remotas poderiam ser atendidas via satélite. Na verdade, 3,9% das escolas rurais utilizam essa forma de conexão, que alcança até 1 Mbps. A Anatel afirmou que acompanha a implantação da banda larga junto às operadoras e ao Ministério da Educação (MEC), com punições devidas a quem descumprir as diretrizes vigentes.

Qual é a sua opinião sobre a qualidade da internet brasileira nas escolas e nos outros ambientes? Comente no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: