Quais são os termos mais procurados por internautas do mundo todo através do PornHub? Em artigo publicado na última semana, o The Economist analisou a forma como a facilidade de acesso aos serviços gratuitos de streaming dedicados a adultos tem impactado a indústria pornográfica nos últimos anos – para referência, o periódico menciona que, dos 200 estúdios de criação de material pornô outrora existentes, hoje restam apenas 20 produtoras nos EUA.

E dados curiosos foram veiculados também pelo artigo: no Egito, Espanha e Polônia, por exemplo, a palavra-chave “mom” (“mãe”, em tradução direta para português) lidera as buscas feitas junto do site adulto. Nos EUA, 38% dos usuários pesquisam por “lesbian” (“lésbicas”). No Brasil, o termo “novinha” é o preferido dos internautas (veja o gráfico abaixo e consulte as preferências de cada país).

O estudo foi feito com base em relatórios do próprio PornHub, que em 2014 registrou cerca de 80 bilhões de visualização de páginas e mais de 18 bilhões de visitas. Ainda de acordo com o site, mais de 100 milhões de pessoas visitam diariamente o acervo adulto online; 1,5 TB de dados são gerados por segundo.

A indústria pornográfica, como bem observado pelo The Economist, tem se reinventado, e o PornHub é um dos serviços que mais se destaca nesse sentido: você bem deve lembrar da tentativa de se chegar a um orgasmo estratosférico feita pelo site; não ganha menos destaque a “bunda mecânica” lançada pela empresa em julho deste ano.

 A produção amadora de vídeos eróticos pode acabar com os grandes estúdios de filmes pornô? Comente no Fórum do TecMundo