Quanto você pagaria para ter internet na sua nova casa? O norte-americano Cole Marshall está em uma situação complicada: depois de construir o próprio lar em um terreno no Wisconsin, ele recebeu um orçamento nada acessível para ter acesso à rede.

De acordo com o site Arstechnica, ele terá que desembolsar nada menos que US$ 117 mil (ou R$ 446 mil na cotação atual) para que a linha subterrânea da internet via fibra óptica seja expandida até a residência do rapaz. Você pagaria tudo isso para ter internet rápida?

O problema é que Cole trabalha como desenvolvedor web e precisa de velocidade e muita banda. Sem o pagamento, ele só poderia utilizar uma rede DSL de 3 Mbps (que cai para 2 Mbps à noite, quando mais gente está online). O pior de tudo é que, quando avisou às operadoras Charter e Telco Frontier Communications que se mudaria para lá, ambas garantiram que a área tinha cobertura de internet sem problemas.

Ainda sem solução

O terreno foi comprado em 2013 e fica nos limites da cidade de Sun Prairie, com 30 mil habitantes. A região ainda é rural, mas a especulação imobiliária por lá já começou. Após o início das obras (de novembro de 2014 até junho deste ano), Cole chegou até a ligar para as operadoras para confirmar que o serviço existia e a resposta foi positiva. Quando chegou lá, porém, teve a surpresa desagradável.

E agora? Marshall já falou com representantes da cidade para tentar resolver o problema para toda a região, já que as operadoras não cogitam diminuir o custo da construção. Por enquanto, ele e a namorada dividem com esforço a conexão DSL para trabalho, videoconferências e Netflix.

Qual é o seu provedor de internet e quanto você paga por mês? Opine no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: