Se você estiver em uma festa e perceber que existe alguém que foge ao que chamam de “padrões de beleza” se divertindo, o que faria? Provavelmente você seguiria a sua vida normalmente, pois qualquer pessoa deve ter o direito de se divertir, mas um grupo de jovens decidiu que isso não é verdade. O resultado foi uma publicação no 4chan, que mostrava que o bullying não tem limites.

Duas fotografias foram postadas lado a lado. A primeira delas mostrava um homem dançando e se divertindo, mas na seguinte ele estava parado e com feições de constrangimento. Junto com as fotos, ainda estava o seguinte texto: “Vimos este espécime tentando dançar semanas atrás. Ele parou quando nos viu rindo dele.”. Outro usuário viu a postagem e compartilhou a história no IMGUR, desta vez com um pouco mais de humanidade.

Em uma postagem chamada “Por que eu odeio crianças”, o usuário FrozenBadger contou a história e escreveu: “Eu acho esse tipo de comportamento desprezível. Se você estiver por aí, grandão, mande essas crianças pastarem. Continue dançando!”. E foi aí que começou umas das melhores campanhas espontâneas antibullying que a internet já viu.

Em busca do Dancing Man

Depois de certa comoção no IMGUR, uma escritora chamada Cassandra Fairbanks decidiu iniciar uma campanha para encontrar o homem. Foi assim que a história foi para o Twitter e ganhou a hashtag #FindDancingMan. Ela disse ao BuzzFeed: “Eu decidi tuítar isso e oferecer esperanças para caso ele veja. Ele poderia ver algo positivo em vez de um monte de pessoas ruins!”.

Em pouco mais de um dia no ar, a campanha ganhou muitos adeptos e logo surgiu a ideia da organização de uma festa especialmente produzida para ele. Assim, mais de 1,7 mil mulheres confirmaram que vão participar. Nessa festa — que será em Los Angeles (EUA) —, o Dancing Man poderia dançar da forma que quisesse e ninguém poderia julgá-lo por isso. Mas antes era necessário encontrar o homem definitivamente.

E foi na sexta-feira que todos descobriram quem é ele. Trata-se de Sean (sobrenome não revelado), um homem que mora em Londres e que não possuía conta no Twitter, mas criou o @DancingManFound para agradecer a todos pelo apoio. Ele confirmou que vai na festa em Los Angeles e postou a seguinte mensagem: “Só acordei para agradecer a tantas mensagens de carinho. Um grande obrigado, novamente, e tenham certeza de que a caridade será grata também. Obrigado.”.

Cupons de desconto TecMundo: