Quanto tempo por dia você passa na internet? Há alguns anos, com a rede discada, somente nos finais de semana ou após a meia-noite o custo era reduzido e, portanto, era possível passar alguns períodos navegando. Hoje, isso já não existe mais — nós praticamente não separamos mais a vida online da offline.

Prova disso é o mais recente estudo da empresa de consultoria ATKearney. "Connected Consumers Are Not Created Equal: A Global Perspective" ("Consumidores Conectados Não São Criados Igualmente: Uma Perspectiva Global", em tradução livre) mostra os desafios do marketing em bolar peças para pessoas que não passam a mesma quantidade de tempo na internet. Em outras palavras, enquanto há quem não saia do Facebook e de outras redes sociais, existe também aquele que só senta no computador no final do dia para conferir as últimas notícias e o email. Ambos precisam ser impactados por anúncios e moldar a publicidade torna-se um grande desafio.

Porém, o dado mais curioso nem está aí. A pesquisa mostra que o Brasil tem de longe a maior taxa mundial (entre os países pesquisados) de "viciados" na rede — ou seja, de pessoas que passam absolutamente o dia inteiro conectados de alguma forma.

O gráfico mostra que 51% dos brasileiros pesquisados está na faixa "O dia inteiro", enquanto 20% respondeu "Toda hora", uma opção menos exagerada, mas que representa mais de 10 horas diárias de uso. 24% ficou na faixa do "Duas ou quatro vezes ao dia", enquanto apenas 5% respondeu "Uma vez por dia ou menos". A alta taxa estaria relacionada à população mais jovem e à penetração dos smartphones nessa sociedade.

Mais dados

Participaram da pesquisa 10 mil consumidores conectados, sendo mil de cada país. Entre os outros resultados, a pesquisa mostra que o brasileiro passa muito tempo conectado com a família e os amigos (89% dos consumidores) e expressando opiniões ou sendo ouvido (75%), mas a atividade mais respondida foi "explorando novos conteúdos" (98%).

O Brasil também lidera o ranking de uso de redes sociais, com 58% do público afirmando que passa o tempo nesses sites. Entretenimento online (25%), compras (9%) e serviços transnacionais (8%) fecham a lista. As outras tabelas estão relacionadas aos hábitos de consumo e em que o público costuma gastar.

Você pode conferir todos os resultados (em inglês) na página da pesquisa.

Cupons de desconto TecMundo: