Um encontro promovido na cidade californiana de Santa Clara, nos EUA, comemorou na última semana os 25 anos da internet com a reunião de vários especialistas da web, inclusive Tim Berners-Lee, considerado o pai da internet. Ele comentou na ocasião que “é necessário fazer mais esforços de criação, mas também de defesa da internet”, comentando sobre a vontade de governos de controlarem a rede.

A reunião ainda teve a presença de Vinton Cerf, vice-presidente da Google, de representantes do ICANN (Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números) e do FCC, uma espécie de agência de telecomunicações do EUA. O discurso de todos era basicamente exemplificar as potencialidades da internet e alertar para as possibilidades “nefastas” do controle da rede por governos e governantes.

O presidente do ICANN, Fadi Chehade, comentou que um vice-presidente latino-americano disse a ele uma vez que determinados governos são apreciadores do poder e, por ser a internet uma ferramenta poderosa, esses governos procurarão inevitavelmente controlá-la. A cúpula reunida também considerou que políticos e medidas regulatórias são a maior ameaça à internet na atualidade.

Além dessa discussão sobre o futuro da internet frente aos governos e suas políticas regulatórias, foi comentado ainda sobre as novas possibilidades de interação dos usuários com a rede, como o uso de ferramentas imersivas, tais como câmeras 3D, que devem descomplicar o uso de aparelhos eletrônicos no futuro.

Cupons de desconto TecMundo: