Ashton Kutcher é um ator famoso que tem um bocado de interesse pelo mundo da tecnologia. Ele já foi investidor de uma série de empresas do ramo, como o Foursquare, Skype e é uma espécie de consultor da Lenovo para inovação. Ele também foi um dos fundadores do site Aplus, que agora está sendo acusado de roubar conteúdo de seus concorrentes, ou seja, fazendo reprodução sem citar fontes ou origem do material.

O site se autointitula uma plataforma para divulgação de conteúdo viral que possa mudar positivamente a vida das pessoas, desde as formas mais complexas para as mais simples. O portal alega ter mais de 30 milhões de usuários ativos, mas não conta com tanto conteúdo quanto o principal concorrente da categoria, o BuzzFeed.

Co-fundador e promotor 

Kutcher tem ajudado o site a se popularizar através de sua conta no Twitter e no Facebook, mas agora pode enfrentar alguns problemas com isso. As denúncias de roubo de conteúdo são múltiplas, mas a mais evidente seria a réplica de uma postagem do BuzzFeed chamada “The 26 Most American Comebacks in the History of the World”. O site teria apenas mudando um pouco o título e outros elementos no texto e replicado o resto. No fim, a postagem não foi atribuída ao criador original do conteúdo.

Claro que esse tipo de prática acontece bastante na internet, apesar de boa parte dos sites se esforçar para ser transparente quanto às suas fontes. O caso é que o problema chamou muita atenção pelo fato de Kutcher defender e divulgar o endereço na web.

Não há uma definição até o momento sobre como a situação será resolvida, mas é provável que algumas novidades surjam em alguns dias.

Cupons de desconto TecMundo: