A velocidade que a conexão de internet tem no mundo, especialmente no Brasil, é cheia de instabilidades. Até mesmo o Primeiro Mundo apresenta isso, é fato. A solução encontrada por alguns seletos pesquisadores da NASA foi instalar WiFi num lugar um tanto remoto: a lua. E na ausência de população por lá, a conexão deve ser esplêndida.

A conexão sem fio na lua não é um discurso recente e tem sido debatida há algum tempo, mas os pesquisadores da NASA e da MIT tornaram a prática uma realidade. Quatro telescópios de seis polegadas de diâmetro cada, localizados no Novo México, enviam pulsos de luz infravermelha a um satélite circundante que gira em órbita da lua. Por meio disso, os cientistas estabeleceram uma sólida conexão de 19 Mbps. Essa velocidade, acreditem vocês ou não, é mais rápida do que a média dos Estados Unidos (e muito mais sólida, já que a lua não é populada).

É claro que hoje há conexões mais rápidas a valores razoavelmente acessíveis – inclusive no Brasil –, mas a instabilidade e a queda de sinal são constantes que perturbam os assinantes. A estabilidade de sinal na lua é, até agora, a mais sólida existente.

Agora é só chegar lá e pedir a senha da rede. Fui.

Cupons de desconto TecMundo: