O matemático que hackeou o OkCupid, Chris McKinlay. (Fonte da imagem: Reprodução/Wired)

Arranjar encontros através da internet é algo um tanto quanto complicado. Isso acontece pelo fato de que sites de encontro normalmente trabalham com algoritmos para encontrar perfis que mais combinem com o seu — e isso nem sempre dá certo, já que a personalidade de uma pessoa dificilmente pode ser traçada através de um questionário, especialmente porque algumas pessoas podem estar mentindo.

Acontece que o matemático Chris McKinlay, de 35 anos, percebeu algo parecido quando utilizou o site OkCupid. Em primeiro lugar, é necessário que a página utilize um sistema de perguntas para definir quais são seus gostos. Além disso, você pode conferir as respostas de outras pessoas para as questões que você mesmo teria respondido.

Começando os trabalhos

De acordo com um artigo elaborado pelo pessoal do Wired, o homem percebeu que os parâmetros utilizados faziam com que a sua compatibilidade com as mulheres fosse muito ruim. Sendo assim, McKinlay decidiu utilizar o seu dom para os números e também para a programação e hackear o OkCupid de uma maneira que servisse para o seu trabalho de dissertação.

Em primeiro lugar, ele criou 12 perfis diferentes e falsos no sistema do site de encontros, e os gerenciou com um script em Python escrito por ele mesmo. Dessa forma, ele poderia procurar de maneira automática pelos seus próprios interesses em mulheres, que eram as heterossexuais ou bissexuais com idade entre 25 e 45 anos.

Para conseguir acessar as respostas delas para o questionário do OkCupid (perguntas essas que passam da casa dos milhares), ele configurou o seu script para que respondesse as questões de qualquer maneira. A princípio, McKinlay alegou que não estava procurando por uma namorada, de modo que a maneira como seus perfis pareciam não era algo importante.

Um fim inesperado...

Mesmo assim, ele conseguiu 55 encontros, sendo que apenas um deles evoluiu até uma terceira saída — apesar disso, ainda havia mais mulheres dispostas a encontrá-lo. Uma dessas garotas era Christine Tien Wang, que contava com uma compatibilidade de 91% com algum dos perfis do matemático.

Logo no primeiro encontro, Wang contou para McKinlay que havia editado o perfil dela para encontrar o rapaz, sendo que ele retribuiu a sinceridade explicando todo o seu esquema para hackear o site — e a garota adorou. Ainda segundo o Wired, eles devem se casar em breve.

Cupons de desconto TecMundo: