Cidades pequenas podem ter níveis de acesso à internet maiores do que do que o esperado. (Fonte da imagem: Reprodução/Gazeta Maringá)

O estudo Target Group Index, realizado pelo Ibope, mostrou que a escolaridade influencia mais na adesão à internet do que a renda média das famílias. De acordo com a pesquisa, em famílias com renda média entre R$ 300 e R$ 600, o nível de penetração da internet é de 10% quando nenhum integrante possui graduação no ensino superior. Essa média sobre para até 50% quando existe uma pessoa graduada na família.

Ao todo, foram avaliadas mais de 20 mil pessoas de 10 regiões metropolitas do país e algumas cidades com mais de 50 mil habitantes das regiões sul e sudeste, onde estrutura de rede é melhor, deixando transparecer assim os índices de escolaridade.

Comparando os dados sobre o acesso doméstico à internet do Censo 2010 do IBGE, o Ibope descobriu alguns outros fatores que também influenciam o nível de penetração da internet nos municípios brasileiros. Cidades pequenas que possuem universidades próximas, por exemplo, podem apresentar níveis de acesso maiores do que o esperado.

Na contramão, cidades rurais com uma população muito envelhecida, mesmo com renda média alta, tendem a apresentar níveis de acesso à internet bem menores do que o calculado.

Os dados para a pesquisa do Ibope foram recolhidos durante um ano entre fevereiro 2011 e o mesmo mês de 2012.

Cupons de desconto TecMundo: