(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Ontem, dia 29 de novembro, a Síria se tornou o primeiro país a ter 100% da sua internet desligada. No momento em que isso aconteceu, o governo do país foi considerado o responsável por fazer todo o território sírio ser isolado da rede mundial de computadores. Agora, o governo se defende.

Segundo o ministro de Telecomunicações da Síria, terroristas foram os responsáveis pelo desligamento da internet do país, e não o governo. De acordo com entrevista concedida a uma emissora de TV local, o ministro contou que terroristas atacaram os cabos principais que ligam a internet do país, resultando na interrupção da rede fixa e móvel.

Segundo notícias da Reuters, engenheiros sírios estão trabalhando para reestabelecer a conexão de internet do país.

Essa não é a primeira vez que a rede mundial de computadores é censurada ou cortada na Síria, em uma tentativa do governo em frustrar rebeliões civis. O povo sírio tenta, há cerca de 20 meses, derrubar o regime de Bashar al Assad, que está há 10 anos no poder.

Cupons de desconto TecMundo: