A tecnologia dos processadores é uma das que mais evolui na informática. A velocidade, capacidade e quantidade de núcleos dos componentes estão cada vez maiores. A proposta é atender às necessidades de diferentes públicos com uma opção ideal para cada perfil de usuário.

Hoje temos processadores de um, dois, três e quatro núcleos distintos. Neste artigo apresentaremos suas vantagens e desvantagens, com foco na relação entre custo e benefício dos não tão conhecidos triple cores.

Mais núcleos para quê?

Antes de comprar o seu processador é importante pensar na utilização que você dará a ele. Isso é fundamental porque grande parte das aplicações ainda não faz uso pleno de muitos núcleos, em especial os jogos. Nesse quesito um processador de alta velocidade (clock) de dois núcleos em boa parte dos casos supera um componente de quatro núcleos mais lento.

Para tarefas básicas em um computador – navegação, Office e pequenos aplicativos – um único núcleo satisfaz a maioria dos usuários que não querem gastar muito. Para quem quer mais agilidade nas tarefas e gosta de bons jogos, um bom componente de dois núcleos é o mais indicado para aproveitar o processamento ao máximo.Triple e Quad

Já os processadores de três e quatro núcleos servem para duas ocasiões bem específicas: usuários que fazem uso de programas que utilizam bem todos os núcleos e para quem quer fazer tudo ao mesmo tempo em frente ao computador – jogo pesado, player de música, navegador e messenger.

Nessas ocasiões o rendimento geral da máquina se torna bem melhor com os processadores de três e quatro núcleos. A explicação para isso é muito simples: a máquina está distribuindo as tarefas entre mais núcleos, o que diminui a carga individual de processamento.

O três núcleos tem um melhor custo/benefício?

Agora que você já sabe as principais recomendações para a quantidade de núcleos em um processador, vamos comparar os modelos de três e quatro núcleos. Vale lembrar que somente a AMD fabrica os triple cores, já que a Intel pulou de dois para quatro.

Com preços semelhantes você consegue comprar um triple core mais veloz ou um quad core um pouco mais lento. Se você não é um usuário hardcore que faz uso de várias aplicações pesadas ao mesmo tempo, invista em velocidade de processamento (clock). Para ilustrar melhor a situação, confira a comparação entre modelos de mesma linha para três e quatro núcleos.

Jogos

Comparações baseadas em testes feitos pelo site AnandTech.

Como citamos anteriormente, a grande maioria dos jogos ainda não faz pleno uso de todos os núcleos. Embora as diferenças não sejam alarmantes, é possível perceber que o X3 720 lidera a disputa em dois dos jogos mais pesados atualmente.

Um detalhe inusitado é que no Far Cry 2 o modelo X4 810, mesmo com 200 Hertz a menos de velocidade, consegue ganhar do X4 920. No Crysis Warhead, o modelo X3 710 ganha do X4 810 e custa 120 reais a menos. A relação entre custo e benefício em todos os casos favorece os triple cores.

Aplicativos pesados

Comparações baseadas em testes feitos pelo site AnandTech.

Em aplicativos que demandam todo o potencial dos núcleos, os processadores X4 levaram a melhor nos dois testes. O primeiro, realizado com o Photoshop, coloca os quad cores no topo da lista. O segundo teste foi feito com o Sony Vegas, software para edição de vídeo profissional.

Fica evidente que nestes aplicativos a adição de um núcleo faz diferença. No entanto, em aplicações mais simples é praticamente impossível perceber grandes mudanças entre qualquer um dos processadores citados.

DirectX 11

Uma grande mudança nessas questões está prometida para acontecer através do DirectX 11, inagurado com o Windows 7. A característica Multi-Threading deverá ser aprimorada em vários aspectos. Além de fazer uso da placa de vídeo como um boost no processamento geral do computador, o sistema passará a utilizar amplamente as capacidades de processadores com mais núcleos.

Os primeiros jogos a utilizarem a nova tecnologia serão Alien Vs Predator, DiRT 2 e S.T.A.L.K.E.R. - Call of Pripyat. Se você se interessa pelo tema, confira um de nossos artigos sobre o DirectX 11 e suas principais inovações.

O veredicto

Se analisarmos os resultados obtidos com os preços dos processadores, temos o Phenom II X3 720 como a melhor relação entre custo e benefício. O processador é muito barato se comparado ao rendimento que encontramos com outros modelos na mesma faixa de preço.

Se você é um usuário comum e gosta de desempenho, o triple core é uma ótima opção. Há diversos locais vendendo-o por cerca de 300 reais, o que torna difícil encontrar uma alternativa melhor. O quarto núcleo, no entanto, é destinado a quem precisa de todo o processamento em aplicativos específicos e não pode perder tempo em seu trabalho.

Cupons de desconto TecMundo: