O estado de São Paulo saiu na frente na corrida pela popularização da conexão banda larga. Em parceria com as operadoras do serviço, através de incentivos fiscais, conseguiu reduzir a mensalidade da banda larga para a população de baixa renda para 29,80 reais. O valor médio atual no estado para a conexão de 250kbps, velocidade oferecida pelo pacote básico popular, é de 50 reais.

Os incentivos fiscais mencionados tornaram-se reais após a assinatura do decreto de José Serra, governador do estado de São Paulo. Esse decreto isenta de ICMS os planos de 200kbps a 1mbps, planos que pagavam tributos de 25% do valor total do serviço. Os planos superiores a esses, que incluem as conexões de 2mbps a 10mbps, continuarão a pagar o imposto, portanto grandes descontos nas mensalidades não são esperados.

Com essa redução nos valores, estima-se que pelo menos 1,25 milhão das residências que hoje acessam via conexão discada ou não acessam a rede, passem a integrar o time da banda larga. José Serra afirmou em seu Twitter que pretende conectar metade das residências paulistas, o que significaria um aumento de mais de 400 milhões de reais na receita das operadoras.

Democratização da internet banda larga

A adesão ao programa Banda Larga Popular não será obrigatória, mas as empresas que não aderirem não terão a redução no ICMS. Além disso, os milhões de usuários de computadores, que não possuem acesso à internet em casa, são clientes em potencial das empresas que possibilitarem o acesso mais barato.

Após a divulgação do decreto de Serra, os governos dos estados do Pará e do Distrito Federal anunciaram que estão estudando medidas para reduzir o valor cobrado pelas operadoras de banda larga, visando também a democratização da internet de alta velocidade. Ainda não há informações sobre um programa similar, em âmbito nacional.

E você, caro usuário do Portal Baixaki. O que pensa sobre esse novo passo em direção à popularização da banda larga? Será que é possível sonhar com um projeto similar em nível nacional?

Cupons de desconto TecMundo: