Quem acessar o site da Amazon.com hoje terá uma agradável surpresa. A dona do e-book Kindle anunciou nesta quarta-feira (7/10) que vai começar a vender o leitor de livros digitais no Brasil e em mais 99 países. De acordo com nota no site, o modelo “Kindle Wireless Reading Device 6”, U.S & International Wireless Last Generation” será vendido por US$279 sem taxas de importação.

Preço

O preço final do Kindle no Brasil vai girar em torno de R$1.000, R$490 pelo aparelho mais frete e taxas de importação. As vendas irão começar oficialmente somente no dia 19 de outubro, mas os mais afobados podem entrar em uma fila de espera e sair na frente na hora de por as mãos no e-book. Além de uma boa notícia para o mundo, a empresa anunciou a redução do preço do leitor com uso restrito nos EUA. O Kindle U.S Wireless sofreu uma redução de US$40, caindo de US$299 para US$259.

Ele chegou!

3G gratuito e muito conteúdo

Uma das notícias que agradaram o consumidor brasileiro é o fato de o e-book utilizar uma conexão 3G gratuita. De acordo com a Amazon, o Kindle usa a mesma tecnologia 3G dos celulares, porém é totalmente gratuita e serve, essencialmente, para baixar e comprar os mais de 350 mil livros da loja Kindle. Vale ressaltar que essa conexão 3G ficará disponível para as capitais brasileiras e parte da região litorânea.

Kindle pinstando na área

Além de livros, é possível ter acesso a revistas e jornais, inclusive brasileiros como O Globo. O preço de cada obra varia de US$12 a US$6, mas não há informação se estes valores serão adaptados à moeda brasileira. O download dos livros será feito em até 60 segundos, tempo suficiente para tomar um café antes da leitura.

Leitura pesada


Apesar do tamanho, o Kindle resiste bem a dias e dias de leitura. De acordo com a Amazon, ele é capaz de funcionar durante quatro dias seguidos com o wireless ligado e até duas semanas desconectado. A recarga da bateria é somente via USB no modelo vendido fora dos EUA, já na terra do Tio Sam além do cabo USB, um carregador 100V-240V também acompanha o aparelho.

Especificações

O Kindle U.S & International Wireless possui quase as mesmas especificações que o modelo mais completo da linha de e-books, o Kindle DX, exceto pela rotação da tela. Então, confira na tabela a seguir as especificações técnicas do produto.

Especificações

Agradinhos

Além da grande quantidade de conteúdo, o Kindle oferece alguns “mimos” aos seus usuários. O Read-to-Me é um deles, pois ao ativar a função “Text-to-Speech” o Kindle começa a ler o conteúdo de livros, revistas ou jornais para você. Contudo, esta função está disponível apenas no idioma em inglês.

E-ink

Se você ainda não está convencido da qualidade do e-book, o maior argumento Kindle para aqueles que torcem o nariz para livros digitais Papel digitalé a utilização da e-ink, ou a tinta digital.

De acordo com a Amazon, a tela do e-book oferece a mesma aparência de impressões feitas em papel, pois a e-ink funciona praticamente da mesma forma que a tinta convencional, contudo micro cápsulas compõem a tela e estão repletas de partículas brancas positivas e pretas negativas.

Desta forma, quando uma carga negativa é movida em direção às micro cápsulas, as partículas brancas compõem a tela, e quando cargas positivas são emitidas, as partículas pretas aparecem.

Além do Kindle, outros aparelhos utilizam esta tecnologia, como o rival Sony Reader e o celular Motorola F3, o primeiro telefone a utilizar a e-ink.

Tão fino, mas muito armazenamentoElegante

Mesmo com qualidade indiscutível, o preço do desejado Kindle ainda não cabe no bolso de muitos brasileiros. No entanto, a expectativa é que e-book fique mais barato com o passar do tempo e da popularização. A queda no preço das novidades que chegam já faz parte do ciclo de vida de qualquer tecnologia nova, foi assim com o celular, notebooks e, até mesmo, o 3G, o combustível do e-book da Amazon.

Cupons de desconto TecMundo: