Alguma vez você já ouviu falar em redes ad hoc? Apesar do termo parecer novidade para muita gente, o conceito de redes ad hoc já existe há um bom tempo, pois teve início no começo da década de 70, quando um entidade de pesquisa dos Estados Unidos começou a estudar como poderia ser a comunicação via rádio em um ambiente tático militar, onde há grande necessidade de mobilidade dos dispositivos que comunicam-se através da rede e de facilidade na conexão de novos dispositivos.

As redes ad hoc são redes sem fio que dispensam o uso de um ponto de acesso comum aos computadores conectados a ela, de modo que todos os dispositivos da rede funcionam como se fossem um roteador, encaminhando comunitariamente informações que vêm de dispositivos vizinhos.

 

Rede ad hoc - conexão direta entre os computadores

 

Enquanto em redes convencionais é necessário que haja um ponto de acesso pelo qual todas as informações da rede irão passar, nas redes ad hoc os dispositivos podem se comunicar diretamente entre si, o que pode permitir que haja maior flexibilidade na rede.

 

Rede sem-fio convencional, com um ponto de acesso comum

 

Vantagens e utilidades

Uma vez que redes ad hoc dispensam qualquer tipo de dispositivo intermediador de conexão (pontos de acesso), elas podem ser montadas de maneira rápida e fácil, e em praticamente qualquer lugar. Além disso, o fato de dispensar um dispositivo que atue como ponto de acesso faz com que a rede se torne mais barata.

Outro ponto interessante nas redes ad hoc é que elas não são restritas apenas para uso de computadores. Nada impede que uma impressora ou um celular seja conectado à rede (desde que possuam suporte para tanto).

Como criar uma rede ad hoc?

Se você ficou interessado em ver como funciona uma rede ad hoc, e quer montar uma aí na sua casa, você pode ler os seguintes artigos disponibilizados no site da Microsoft e aprender como criar uma rede ad hoc:
Rede ad hoc no Windows XP
Rede ad hoc no Windows Vista

Vale ressaltar que no Windows Vista as redes ad hoc são realizadas como forma de ligações temporárias. Ou seja, se você quiser conectar uma impressora a um computador através de uma rede ad hoc, terá de iniciar a conexão manualmente cada vez que precisar fazer uso dela.

Outro ponto a ser levado em conta é que por ser uma conexão que utiliza sinais emitidos pelas placa do próprio computador, e não por sinais de um roteador (os quais são bem mais fortes), a rede terá um alcance curto em relação à redes sem fios convencionais, que utilizam pontos de acesso.

Como seria se redes ad hoc fossem idealizadas?

Computadores compartilhando uma rede comum

 

 

Se fosse possível uma idealização das redes ad hoc, de maneira que houvesse segurança garantida e um alcance maior entre os dispositivos da rede (além de alguns outros fatores mais técnicos), poderíamos imaginar que poderiam ser criadas redes enormes, com vários dispositivos conectados entre si compartilhando dados e informações, além da possibilidade de também compartilhar conexão com a internet. Não seria fantástico?

Cupons de desconto TecMundo: