(Fonte da imagem: Reprodução/iStock)

Um estudo elaborado pela Fundação Telefônica, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas e a operadora de telefonia Vivo, apontou que mais de 64% dos brasileiros não sabem ou não querem usar a internet.

O levantamento, denominado Mapa da Inclusão Digital, ainda revelou que quase 30% da população não tem acesso a um computador para poder explorar a web. Até mesmo em lugares com grande percentual de inclusão digital o desinteresse pela internet é grande.

Por exemplo, em Florianópolis, considerada a capital com maior inclusão, 62,10% dos entrevistados disseram que não achavam necessário acessar a web com frequência. Esse mesmo motivo cai para 33,14% quando analisado em todo o território nacional. Contudo, o dado mais alarmante é o fato de 31,45% das pessoas não saberem utilizar a internet.

"Ter o computador em casa não significa que ele está sendo usado. É indicativo, mas não é suficiente. Ter dinheiro também não é tão importante como se imagina. Educação é o fator determinante", comentou Marcelo Cortes Neri, coordenador do projeto e professor do Centro de Políticas Sociais da FGV – de acordo com o site Olhar Digital.

(Fonte da imagem: Reprodução/iStock)

"A pesquisa mostra que não basta subsidiar computadores e construir centros de internet para combater a exclusão digital. É preciso investir em educação básica de qualidade. Se formos pensar em políticas de inclusão digital, temos de convencer as pessoas da importância da internet. Quando falta educação, não adianta ter computador", complementou o pesquisador.

Os estados que apresentaram maiores taxas de acesso à internet foram Distrito Federal (58%), São Paulo (48%), Rio de Janeiro (43%), Santa Catarina (41%) e Paraná (38%). Na outra ponta, ou seja, aqueles com menores índices foram Maranhão (10%), Piauí (12%), Pará (13%), Ceará (16%) e Tocantins (17%). Clique aqui para baixar uma cópia digital (PDF) do levantamento.

Fonte: Fundação Getúlio Vargas, Olhar Digital

Cupons de desconto TecMundo: