Wordle: criador está feliz e assustado com viralização do jogo

2 min de leitura
Imagem de: Wordle: criador está feliz e assustado com viralização do jogo
Imagem: Wikipédia
Avatar do autor

Nas últimas semanas, o jogo online Wordle virou um fenômeno nas redes sociais e já ganhou uma série de clones, incluindo uma versão em português. Você pode conhecer a brincadeira por este link.

Só que a ideia do criador do quebra-cabeças, que lembra o clássico "jogo da forca" e envolve adivinhar uma palavra por dia usando combinações de letras, passava longe de ser um fenômeno global. O jornal The Guardian conversou com Josh Wardle, o desenvolvedor do jogo, que batizou a ideia combinando a palavra "word" (palavra, em inglês) com o seu próprio sobrenome.

Quase sem querer

De acordo com Wardle, a ideia era presentar a sua companheira, Palak Shah, que adora quebra-cabeças do tipo envolvendo letras.

Wardle também foi desenvolvedor nos fóruns do Reddit.Wardle também foi desenvolvedor nos fóruns do Reddit.Fonte:  Twitter/Josh Wardle 

Só que ela começou a compartilhar a brincadeira com amigos, que foram passando a mais e mais pessoas. No último final de semana, foram registradas 2 milhões de acessos na página.

Só que Wardle não tem apenas sentimentos positivos em relação ao sucesso. "Viralizar não é algo ótimo, para ser honesto. Eu tenho um sentimento de responsabilidade com os jogadores. Sinto que devo algo a eles ao manter as coisas funcionando e garantindo que tudo esteja agindo corretamente", explica.

Ainda assim, algumas mensagens fazem ele acreditar que o projeto vale a pena. "Eu recebo emails de pessoas que dizem coisas como 'Ei, não podemos ver nossos pais por causa da covid-19, mas compartilhamentos nossos resultados do Wordle todos os dias'. Nessa situação esquisita, é uma forma de as pessoas se conectarem de uma forma leve e de baixo esforço", argumenta o desenvolvedor, que criou a ideia durante a primavera de 2021.

Por que viciou tanto?

O próprio criador da brincadeira, que garante que faz o desafio todos os dias, acredita que o Wordle ficou tão popular por ser acessível e intuitivo — além de trazer um sentimento de recompensa e de que a pessoa é inteligente ao vencer a rodada.

Apesar do sucesso, ele não faz promessas de evoluir a plataforma ou explorá-la comercialmente.

"Eu preciso refletir bastante. Não é meu trabalho em tempo integral e não quero que ele vire uma fonte de estresse e ansiedade na minha vida. Se eu fizer qualquer mudança, eu quero pensar que elas seriam alterações que eu realizaria mesmo se fossem só eu e minha parceira jogando", conclui.