Amazon anuncia encerramento da plataforma Alexa.com

1 min de leitura
Imagem de: Amazon anuncia encerramento da plataforma Alexa.com
Imagem: Alexa.com/Divulgação
Avatar do autor

O site Alexa.com, famoso pelo seu sistema global de classificação de sites, será encerrado em 2022, após 25 anos no ar. O fim da página foi anunciado nessa quarta-feira (8) pela Amazon, atual proprietária da plataforma de análise de tráfego da web, adquirida por ela em 1999.

Lançado em 1996 por uma empresa independente, o Alexa.com utiliza dados de tráfego da internet coletados a partir de parceiros, para listar os sites mais populares da web, em uma classificação intitulada “Alexa Ranking”. Ele também oferece outros tipos de serviços por meio de assinaturas pagas, como ferramentas de SEO e análise de concorrentes.

De acordo com o comunicado divulgado pela gigante varejista, o Alexa.com sairá do ar no dia 1º de maio de 2022. No entanto, o serviço já deve deixar de apresentar estatísticas a partir de agora, pois ao entrar na página não é mais possível utilizar os recursos disponibilizados anteriormente.

A página já mostra o aviso de encerramento das atividades em 2022.A página já mostra o aviso de encerramento das atividades em 2022.Fonte:  Alexa.com/Reprodução 

“Há 25 anos, fundamos a Alexa Internet. Depois de duas décadas ajudando você a encontrar, alcançar e converter seu público digital, tomamos a difícil decisão de aposentar o Alexa.com. Obrigado por nos tornar seu recurso favorito para pesquisa de conteúdo e análise competitiva, pesquisa de palavras-chave e muito mais”, escreveu a companhia de Jeff Bezos.

Sem justificativas

Por qual motivo o Alexa.com sairá do ar? Como a Amazon não forneceu informações oficiais mais detalhadas sobre as razões que levaram ao fechamento da plataforma, alguns rumores já surgiram.

Uma das possibilidades foi levantada pelo BleepingComputer, sugerindo que a descontinuidade do serviço pode ter acontecido por conta de uma queda significativa na quantidade de acessos ao site que, curiosamente, media a popularidade de outras páginas.

Os usuários pagos do serviço continuarão a ter acesso à plataforma por meio de suas contas, até a data de encerramento das atividades. Eles têm até o dia 1º de maio do próximo ano para exportar os dados fornecidos.

Vale ressaltar que a plataforma não está ligada com a Alexa, a assistente virtual da Amazon. A inteligência artificial e todo o seu ecossistema seguem em pleno crescimento, o que não tem agradado algumas mulheres com esse nome.