Sistema de emissão de notas fiscais de SP está fora do ar há 5 dias

3 min de leitura
Imagem de: Sistema de emissão de notas fiscais de SP está fora do ar há 5 dias
Imagem: TecMundo/Reprodução
Avatar do autor

A plataforma Nota do Milhão da Prefeitura de São Paulo está fora do ar há pelo menos 5 dias, desde o último sábado (13). O site do sistema, que permite que prestadores de serviços emitam notas fiscais, mostra uma mensagem indicando que está em manutenção.

"A Secretaria Municipal da Fazenda informa que, devido à manutenção no banco de dados, o Sistema da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica está apresentando lentidão. As equipes estão atuando para normalizar o sistema".

Nota do Milhão

Em nota enviada a veículos de imprensa, a prefeitura da capital paulista afirmou que "durante o final de semana e feriado (13 a 15/11) houve uma manutenção para atualização de diversos sistemas da Secretaria. Na terça-feira (16/11) foi constatada a instabilidade no ambiente da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, situação que persiste nesta quarta-feira (17/11)".

A explicação ainda acrescenta que "os técnicos da empresa responsável pela hospedagem do sistema da nota fiscal de serviço eletrônica, assim como, os técnicos da empresa detentora da tecnologia de sua base de dados, seguem atuando para que o sistema da nota seja estabilizado o mais breve possível".

"Apesar dos eventuais transtornos operacionais que o problema da instabilidade do sistema possa acarretar aos prestadores de serviço, a Secretaria Municipal da Fazenda destaca que os contribuintes têm um prazo de dez dias para emissão da nota, logo poderão fazê-la quando da normalização do acesso", explica um trecho do posicionamento.

O curioso é que durante a tarde desta quinta-feira o site da Prefeitura de SP também está apresentando lentidão. Não se sabe, porém, se há correlação com o sistema da Nota do Milhão.

Prefeitura de SPSite da prefeitura de SP também aparenta estar passando por instabilidades.

Reclamações

De acordo com a prefeitura, a Nota Fiscal Paulistana pode ser emitida por serviços como estacionamentos, academias, escolas particulares, lavanderias, creches, colégios, faculdades, cursos de idiomas, construtoras, conserto de eletrodomésticos, cabeleireiros, hotéis, motéis e oficinas.

Além disso, o programa da nota fiscal serve para devolver parte do imposto retido (Imposto Sobre Serviço — ISS) à população, que pode utilizar os créditos no abatimento de até 100% do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), por exemplo.

Por causa da situação, muitas pessoas, sendo a maioria prestadores de serviço, estão utilizando as redes sociais para cobrar do município de São Paulo uma resolução. Confira, a seguir, reclamações dos usuários no Twitter.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.