Facebook Pay chega ao Brasil para pagamentos de produtos e serviços

1 min de leitura
Imagem de: Facebook Pay chega ao Brasil para pagamentos de produtos e serviços
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

O Facebook divulgou que o Facebook Pay chegou oficialmente ao Brasil. O sistema de pagamentos está funcionando somente na rede social, por enquanto, mas deve chegar ao WhatsApp, Instagram e Messenger ao longo dos próximos meses.

A plataforma oferece a possibilidade de pagar por serviços, produtos, realizar doações, fazer compras em jogos, ingressos para conteúdos premium do Facebook Watch e transferir dinheiro para amigos. Os valores podem ser movimentados a partir de cartões de crédito, débito ou PayPal.

Toda a movimentação é feita dentro do próprio aplicativo, sendo que por meio dele também é possível acompanhar as transações. A gigante de tecnologia explicou que utiliza várias medidas para evitar fraudes e dar segurança para os usuários.

Facebook PayFacebook Pay já está disponível para os usuários brasileiros

Entre as soluções adotadas está o monitoramento antifraude, que supervisiona todas as compras e detecta atividades não autorizadas. O Facebook Pay também tem um suporte ao cliente que funciona 24 horas por dia e um sistema para preservar dados, que evita que informações sobre as formas de pagamento sejam compartilhadas com quem está recebendo o dinheiro.

As transações só são efetuadas a partir de métodos de verificação como PIN (senhas alfanuméricas) e biometria (impressão digital ou reconhecimento facial).

A companhia também lembrou que apesar de estar conectada na rede social, a plataforma de pagamentos não compartilha as transações financeiras no feed de notícias, a menos que o usuário opte por essa configuração.

WhatsApp Pay no futuro

O próximo passo do Facebook Pay deve ser a chegada ao WhatsApp. No mês passado, o Banco Central (BC) autorizou a realização de pagamentos pelo aplicativo de mensagens mais popular do mundo.

De acordo com o BC, “as autorizações concedidas poderão abrir novas perspectivas de redução de custos para os usuários de serviços de pagamentos".