Serviços da Google apresentam instabilidade nesta segunda (12)

1 min de leitura
Imagem de: Serviços da Google apresentam instabilidade nesta segunda (12)
Imagem: 9to5Google
Avatar do autor

Os brasileiros começaram a semana enfrentando instabilidades nos serviços da Google. Algumas das principais plataformas da gigante da web ficaram fora do ar ou instáveis durante a manhã desta segunda-feira (12), incluindo Google Drive, Docs e Google Classroom.

Os relatos de falhas começaram às 9h30, segundo o indicador DownDetector, que reúne denúncias de usuários sobre problemas em serviços online. O Google Drive é a plataforma mais afetada por instabilidades e recebeu cerca 5 mil reclamações por causa da queda.

Um dos erros exibidos ao tentar utilizar os serviços da Google.Um dos erros exibidos ao tentar utilizar os serviços da Google.Fonte:  Google Drive 

O principal problema do Drive ocorre quando os usuários tentam utilizar o Google Docs. Enquanto ainda é possível acessar arquivos, a plataforma exibe um erro ao criar novos documentos. "O Documentos Google encontrou um erro. Tente recarregar esta página ou voltar novamente em alguns minutos", diz a plataforma.

Além do Drive e o Classroom, o serviço empresarial G Suite também está com instabilidade e falhas na cópia de arquivos, o que pode afetar empresas que usam a infraestrutura da companhia. Até o momento, a Google não comentou oficialmente sobre o assunto, mas a empresa deve lançar um comunicado em breve caso o problema seja grave, como já ocorreu anteriormente.

Queda geral?

Fonte:  IX.BR 

Enquanto a Google ainda não forneceu um parecer para os usuários, algumas suspeitas apontam que o problema pode ser generalizado. Segundo dados do IX.br, projeto do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGIbr) que mapeia pontos de interconexão de redes (PIXes), o tráfego em datacenters de provedoras está consideravelmente baixo nesta segunda-feira em regiões metropolitanas.

Além da Google, outras empresas também receberam reclamações no DownDetector durante a manhã, incluindo bancos como Itaú e Nubank por falhas no app e no sistema de pagamentos Pix. Até o momento, porém, ainda não existe uma ligação comprovada entre os problemas.