Windows 10 perturba usuários com propaganda do navegador Edge

1 min de leitura
Imagem de: Windows 10 perturba usuários com propaganda do navegador Edge
Imagem: Microsoft
Avatar do autor

A Microsoft está implementando um recurso pouco desejado em suas versões de teste do Windows 10: uma propaganda em tela cheia do seu navegador Edge. Ela aparece em diversas abas do sistema, até mesmo no processo de configuração inicial do computador, em seu primeiro boot, como uma estratégia de popularizar o uso do navegador proprietário por parte dos usuários.

A propaganda do Edge convida o usuário a torná-lo seu navegador de preferência, além de criar atalhos na Área de trabalho e Barra de Tarefas. Ela também aparecerá após uma atualização de sistema ou ao clicar em um novo banner presente na central de Configurações do Windows.

Exemplo de propaganda do Edge no processo de configuração inicial do Windows. (Fonte: Microsoft via Windows Latest / Reprodução)Exemplo de propaganda do Edge no processo de configuração inicial do Windows. (Fonte: Microsoft via Windows Latest / Reprodução)Fonte:  Microsoft via Windows Latest 

A mudança de postura da Microsoft sobre seu navegador veio após a Atualização de Outubro de 2020 do Windows. Nela, a empresa aposentou o antigo Edge e lançou uma nova versão do programa, agora baseada no Chromium — que também derivou seu principal rival, o Chrome.

A propaganda, porém, só aparece caso o usuário tenha o Google Chrome ou Firefox como navegadores preferenciais. Infelizmente, apesar de ser possível recusar a oferta da Microsoft, não é possível desativar seu aparecimento permanentemente.

Windows 10 perturba usuários com propaganda do navegador Edge