Google Workspace é o novo nome do G Suite; veja o que muda

1 min de leitura
Imagem de: Google Workspace é o novo nome do G Suite; veja o que muda
Avatar do autor

Nesta terça-feira (06), o Google anunciou mudanças no seu conjunto de ferramentas para trabalho e produtividade do Google Cloud. A partir de agora, o antigo G Suite passa a se chamar Google Workspace.

O espaço reúne os serviços da nuvem do Google – como chat, e-mail, videochamadas, tarefas e documentos – em um mesmo local, facilitando a integração e comunicação entre os colaboradores das empresas assinantes do Workspace.

Todos os planos estão disponíveis a partir de hoje e incluem serviços como Gmail, Drive, Meet, Agenda, Chat, Documentos, Planilhas, Apresentações, Keep, Sites, Forms e Currents. Os preços dos planos para empresas com até 300 licenças começam em R$ 27 por usuário e podem chegar a até R$ 81 por usuário, caso seja necessário recursos adicionais de segurança.

De acordo com o Google, em março de 2020, o G Suite ultrapassou a marca de 6 milhões de empresas pagantes mensais.

Mudança visual e na experiência do usuário

Google Workspace

Com a novidade, usuários passarão a ver novos ícones com as quatro cores do Google no Gmail, Drive, Agenda, Meet e produtos Editor.

Além disso, Documentos, Planilhas e Apresentações ganham novos recursos como visualizações prévias de links, marcações inteligentes e o "picture-in-picture", que já chegou ao Meet em julho.

Equipes poderão criar documentos e realizar edições colaborativas em salas, ajudando a garantir que todos os integrantes saibam o que está acontecendo nos projetos.

Google Workspace

Durante a apresentação da novidade para a imprensa, Javier Soltero, vice-presidente e diretor geral do Google Workspace, disse que a integração não foi uma resposta à covid19-, uma vez que a decisão da mudança já estava sendo pensada como a evolução dos negócios do Google em resposta aos pedidos dos clientes.

Google Workspace é o novo nome do G Suite; veja o que muda