Google Chrome: como reduzir a quantidade de RAM usada?

2 min de leitura
Imagem de: Google Chrome: como reduzir a quantidade de RAM usada?
Imagem: https://pixabay.com/pt/illustrations/google-motor-de-busca-navegador-76517/
Avatar do autor

O Google Chrome é o navegador de internet mais popular do mundo atualmente. Além disso, seu motor de funcionamento (baseado no Chromium) também é compartilhado por vários outros navegadores famosos, como o Microsoft Edge, o Opera e o Brave, o que aumenta substancialmente sua compatibilidade com páginas e tecnologias web. No entanto, o Chrome também tem a fama de “comilão” de RAM, característica que afasta alguns possíveis usuários.

Por que o Chrome usa tanta RAM?

O Chrome foi um dos primeiros navegadores a tratar cada aba aberta como um processo diferente. Esse recurso é útil porque, caso uma aba se torne instável, somente ela ficará travada, ao invés de todo o navegador. Sendo assim, o usuário pode fechar a aba problemática e continuar navegando normalmente em outras.

Contudo, como cada aba funciona como um processo independente, elas precisam de uma porção de memória RAM só para elas, fora o que é consumido para manter o aplicativo aberto.

Hoje, não conseguimos mais imaginar o uso offline de um computador. Praticamente tudo o que fazemos depende da internet. Por isso, é cada vez mais comum que os usuários acumulem dezenas de abas abertas em seus navegadores, seja porque eles vão precisar acessá-las posteriormente ou porque não querem perder uma página de vista.

Chrome é visto como vilão da RAM por muitos usuários.Chrome é visto como vilão da RAM por muitos usuários.Fonte:  Pixabay/Reprodução 

Nos dias atuais, a usabilidade de um navegador é muito mais ampla do que há poucos anos, graças aos recursos implementados em versões mais recentes de plataformas da internet. Usamos o navegador para ver vídeos (até mesmo em altíssima resolução), jogar online, checar e-mails, enviar e receber arquivos, trocar mensagens instantâneas, atualizar redes sociais, etc. Todas essas funcionalidades consomem muita memória RAM, não apenas no Chrome, mas também em outros browsers.

Sem contar que a RAM é uma memória utilizada pelo sistema e por aplicativos para agilizar o acesso a informações consideradas relevantes — isso inclui manter algumas delas pré-carregadas.

Como reduzir o consumo de RAM no Chrome?

Embora não seja exatamente ruim que o navegador utilize muita memória RAM (desde que ele não faça o sistema e outros aplicativos travarem por falta de recursos), é importante ter em mente que há algumas formas de reduzir esse consumo.

1. Feche as abas desnecessárias

Adote o costume de manter abertas somente as abas que estão em uso, fechando as desnecessárias. Adicionalmente, você pode checar quais delas estão consumindo mais RAM, por meio do Gerenciador de Tarefas.

É fácil gerenciar as abas do Chrome por meio do Gerenciador de Tarefas.É fácil gerenciar as abas do Chrome por meio do Gerenciador de Tarefas.Fonte:  Cool Smartphone/Reprodução 

Basta clicar na seta ao lado do Chrome e clicar na guia “Memória”, para ordenar os processos de forma a identificar as abas que mais consomem RAM. Caso, não precise mais de uma aba, feche-a.

2. Cuidado com as extensões

As extensões agregam funcionalidades bem úteis aos navegadores, porém elas podem causar consumo exagerado da RAM. Use-as com cautela.

3. Use uma extensão para gerenciar a RAM usada

Extensões podem fazer o Chrome usar ainda mais RAM. No entanto, há algumas opções que podem te ajudar a liberar RAM adicional. Use-as com cuidado, pois essas extensões podem impactar negativamente no desempenho do navegador, uma vez que podem descartar informações que o aplicativo acessa com muita frequência.

Google Chrome: como reduzir a quantidade de RAM usada?