Google baniu o app Infowars por notícias falsas sobre a covid-19

1 min de leitura
Imagem de: Google baniu o app Infowars por notícias falsas sobre a covid-19
Imagem: TechCrunch
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Em tempos de coronavírus e conhecendo o perigo da circulação de notícias falsas, a Google está reforçando a sua atenção. Nesta última sexta-feira (27), a empresa informou ao site Wired que baniu o aplicativo Infowars (com mais de 100.000 downloads) da Play Store por ter veiculado informações mentirosas sobre o tema.

O Infowars se trata de um app vinculado ao canal de notícias do escritor, cineasta e conspiracionista, Alexander Emerick (ou mais conhecido como Alex Jones). A remoção teria sido motivada por um vídeo postado pelo norte-americano que, segundo o Wired, "contestou a necessidade de distanciamento social, abrigos e esforços de quarentena para retardar a propagação do coronavírus".

Entre outras notícias falsas divulgadas no vídeo, Alex afirmou que quase “todos vão morrer devido a esta nova ordem mundial” e defendeu a existência de antivirais naturais capazes de combater a doença.

(Fonte: Enlarge/Reprodução)(Fonte: Enlarge/Reprodução)Fonte:  Enlarge 

Em uma declaração ao The Verge, um porta-voz da Google afirmou que a prioridade da empresa é combater esse tipo de conduta na Play Store. "Quando encontramos aplicativos que violam a política do Google Play através da distribuição de informações enganosas ou prejudiciais, os removemos da loja".

Na semana passada, a procuradora-geral de Nova York, Letitia James, ordenou que Alex Jones interrompesse a comercialização dos produtos da Infowars que eram anunciados como tratamento ou cura para a COVID-19. "As últimas mentiras de Alex Jones são incrivelmente perigosas e representam uma séria ameaça à saúde pública dos nova-iorquinos e indivíduos de todo o país", declarou a procuradora-geral em um comunicado.

Essa não é a primeira polêmica envolvendo o conspiracionista Alex Jones. Em agosto de 2018, seu canal (The Alex Jones Channel) foi suspenso após uma crescente pressão social contra discursos de ódio. Na época, o Twitter e o Facebook também agiram contra o conteúdo do Infowars em suas plataformas.

Na época, Alex e seus apoiadores afirmaram que aquilo só tornaria o site mais popular. No entanto, restrições como essas são eficazes e realmente reduzem a disseminação de notícias falsas. Alex Jones ainda não se pronunciou sobre a decisão da Google.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google baniu o app Infowars por notícias falsas sobre a covid-19