Nokia voltará a vender celulares no Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Nokia voltará a vender celulares no Brasil
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

HMD Global — empresa responsável por smartphones Nokia atualmente — confirmou durante uma videoconferência com seu CEO, Florian Seiche, que a marca Nokia voltará para o mercado brasileiro de celulares. O retorno da marca ao país acontece com a ajuda da Multilaser.

Já havia rumores sobre o retorno da icônica fabricante para território nacional, mas a confirmação só veio agora. Aparentemente, uma pesquisa de mercado revelou que o nome da empresa ainda tem muito peso entre os consumidores brasileiros, o que ajudou a HMD tomar a decisão de distribuir seus produtos por aqui.

Não temos informações muito precisas no momento, mas parece que o retorno da Nokia ao Brasil deve se concretizar ainda em 2020. Também não sabemos quais modelos podem ser os primeiros a aparecer nas prateleiras tupiniquins.

O que sabemos é que a Multilaser será responsável por viabilizar a produção e distribuição dos aparelhos da Nokia no Brasil. "A Multilaser é a parceira local da HMD Global. Nós ajudaremos a empresa a trazer os celulares Nokia para o Brasil. Estamos felizes em trabalhar juntos nessa empreitada, pois eles confiam em nosso conhecimento de mercado e nas relações comerciais bem estabelecidas para trazer as experiências dos celulares Nokia para o país", comunicou a empresa por meio da sua assessoria de imprensa.

Nessa mesma videoconferência, a fabricante ainda apresentou quatro novos aparelhos para expandir seu catálogo.

Nokia 5310Icônico celular foi relançado pela Nokia (Reprodução/YouTube)

O Nokia 8.3 5G é o primeiro modelo da empresa compatível com redes móveis de quinta geração, enquanto o Nokia 5.3 é um intermediário com bastante autonomia de bateria. Temos ainda o Nokia 1.3, um aparelho básico com Android 10 Go, e o Nokia 5310, um relançamento clássico da marca da década passada.

Nokia voltará a vender celulares no Brasil