Google Shopping é reformulado e vira marketplace para duelar com a Amazon

1 min de leitura
Imagem de: Google Shopping é reformulado e vira marketplace para duelar com a Amazon
Fonte: Pixabay
Avatar do autor

De olho no crescimento da Amazon, o Google Shopping foi reformulado e passa a oferecer recomendações de compra personalizadas com base nas atividades na web. As sugestões do serviço podem abranger tanto produtos de lojas virtuais quanto físicas. Para isso, a companhia fez parceria com grandes varejistas, como Walmart e Boxed, mas por enquanto a novidade está disponível apenas nos Estados Unidos.

A partir da atualização, a plataforma deverá também exibir um selo de "garantia de entrega Google" em itens selecionados. Dessa forma, a empresa poderá fornecer reembolso a compradores caso uma loja indicada não cumpra o prazo de entrega estipulado.

De acordo com a Forbes, as novas soluções do Google Shopping teriam como objetivo conter a forte ascensão da Amazon em pesquisas sobre produtos na internet, afinal esse tipo de operação é importante na jornada de compra de qualquer usuário. Ainda segundo o veículo, uma considerável parcela de anunciantes teria deixado o serviço da Google e passado a optar pela plataforma de Jeff Bezos.

(Fonte: Google/Reprodução)

Experiência pode chegar a outros países

Embora só agora a Google tenha levado o novo formato do shopping para a América do Norte, uma experiência já havia sido lançada em outros países, como Índia e França. Nesse caso, o serviço separava produtos por categoria e oferecia a opção de pagamento interno. Além disso, o teste em outros territórios demonstra que o modelo de compras online pode ter foco global, mesmo que a companhia não tenha anunciado nada específico nesse sentido.

Outro ponto importante é que a disputa com a Amazon pode ser acirrada, já que a Google detém o principal motor de busca atual. Assim, a gigante tem acesso a mais dados de comportamento de usuários, o que pode ser utilizado para direcionar e ampliar o alcance de seus negócios.

Ainda que isso não garanta o sucesso da plataforma — como aconteceu com outros produtos da companhia —, pode ser considerado um grande diferencial.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Google Shopping é reformulado e vira marketplace para duelar com a Amazon