Banda larga fixa custa R$ 3 por 1 Mbps no Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Banda larga fixa custa R$ 3 por 1 Mbps no Brasil
Avatar do autor

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou um relatório que mostra detalhes sobre o mercado de internet banda larga no Brasil. Um dos destaques fica para os valores pagos pelo cidadão: o preço médio de 1 Mbps está em R$ 3.

Segundo o Convergência Digital, a setor de telecomunicações foi guiado por provedores menores e pelo avanço da Net com conexões via cabo ou fibra óptica se tornando predominantes.

Em 2010, o preço era de R$ 21 por 1 Mbps

Enquanto as telefonias fixa, móvel e a TV paga estão em recuo, o serviço de conexão fixa à internet mantem crescimento. Em 11 anos, entre 2007 e 2018, o Brasil pulou de 8,2 milhões de acessos ativos para 31 milhões, um aumento de 12,8% — similar ao global, que ficou em 13%.

No relatório, o valor médio que aparece é de R$ 3,50, porém, o valor é distorcido pela presença da Sercomtel na lista — a Sercomtel é a mais cara, cobrando R$ 5,50 por Mbps, nota o CD. Pegando os valores de outras operadoras, como Claro/Net (R$ 2,70), Oi (R$ 2,90), Tim (R$ 3,10) e Vivo (R$ 3,30), o valor fica em R$ 3. Todas as últimas operadoras citadas detêm mais de 75% do mercado de telecomunicações.

Mesmo assim, o preço R$ 3 por 1 Mbps representa uma queda brusca ao longo do tempo. Segundo a Anatel, “entre 2010 e 2018, o preço médio mensal de 1Mbps caiu 83%, passando de R$ 21,18 para R$ 3,50”.

Atualmente, os planos mais vendidos estão na faixa entre 2 e 12 Mbps (31,5% do total), seguidos pelos planos mais rápidos, acima de 34 Mbps (26,1%), que crescem rapidamente. O “meio termo”, entre 12 e 34 Mbps (26%), está em queda.

Cupons de desconto TecMundo:

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Banda larga fixa custa R$ 3 por 1 Mbps no Brasil