Quem acompanhou a televisão brasileira durante os anos 2000 deve lembrar de uma época em que a Record aumentou substancialmente o investimento na produção de novelas. Com o objetivo de se estabelecer como uma concorrente de peso para a Rede Globo, a emissora paulista produziu, entre outras coisas, uma nova versão do clássico “A Escrava Isaura”, que teve ótima audiência.

Em meio a essa reestruturação, a Record encomendou a produção de uma história que usava elementos de ficção científica e pegava carona nos quadrinhos de super-heróis para fazer algo que ainda não era muito visto na TV nacional.

Em 28 de agosto de 2007, estreava “Caminhos do Coração”, descrita pelo autor Tiago Santiago como uma obra de realismo fantástico inspirada nos trabalhos de Dias Gomes e Monteiro Lobato. Embora o primeiro ano da novela já contasse com um menino-lobo e uma garota que podia voar, muitas das cenas mais emblemáticas vieram mesmo na segunda temporada.

Com o novo título de “Os Mutantes – Caminhos do Coração”, a produção abraçou de vez o público infanto-juvenil, mudando de horário na grade da emissora e dando cada vez mais atenção para as cenas cheias de “efeitos especiais”.

Nos últimos meses, a popularidade de “Os Mutantes” voltou com toda a força, especialmente nas redes sociais. Foi tanto sucesso que a Record decidiu reprisar a primeira temporada da produção, atingindo seu próprio recorde de melhor audiência na faixa horária de 15h45.

Grande parte dessa retomada da produção que marcou a infância e a adolescência de tantos brasileiros pode ser atribuída ao perfil no Twitter “Todo dia uma cena de Os Mutantes”. Nós conversamos por e-mail com a pessoa responsável pela conta. Ela preferiu manter o anonimato, mas ficou feliz com a ótima recepção e o reconhecimento que o trabalho recebeu nos últimos meses.

Uma curiosidade descoberta nessa conversa é que parte da ideia para criar o perfil surgiu exatamente em uma recomendação do tão problemático algoritmo do YouTube. “Estava assistindo vídeos aleatórios no YouTube quando, na lateral de vídeos sugeridos, apareceu o “antes e depois” de alguns personagens 12 anos após a novela”, contou a pessoa que alimenta a conta.

A partir daí, não foi difícil encontras mais admiradores da novela na internet. “Depois disso, me bateu uma nostalgia e fui pesquisar sobre cenas da novela e, dentre os comentários desses vídeos, além de gente rindo dos diálogos intermináveis e os efeitos especiais, a maioria era de fãs pedindo a volta da novela. Para você ter uma ideia, tem vídeo de cenas com mais de 8 milhões de views”, disse.

No começo, ela contava com a boa memória e algumas buscas no YouTube para encontrar cenas divertidas, mas o sucesso acabou fazendo com que ela começasse a assistir toda a trama para selecionar os melhores momentos. Hoje, o perfil também se alterna entre novos vídeos e comentários ao vivo sobre o capítulo do dia.

Mas nem mesmo alguém tão dedicado poderia esperar que a ideia desse certo a ponto de ser notada pela Record. “Começaram a me mencionar e mandaram mensagens e eu pensei “O que está acontecendo?”. Quando fui ver, já estava em tudo que era site que a Record TV havia desistido de exibir a novela “Vitória” e decidiu exibir “Caminhos do Coração”. Nunca pensei que em tão pouco tempo conseguiria conquistar tanta gente nas redes sociais. Isso me deixa extremamente feliz”.

Perguntada sobre o que mais curtia na novela, ela citou o humor involuntário e os “(d)efeitos especiais” quando assiste agora, mas lembrou como a tecnologia poderia parecer impressionante para quem via isso na televisão brasileira em 2007. “A Record TV apostou alto em uma novela sobre seres com poderes sobrenaturais e deu certo”.

Para encerrar, queríamos saber qual é a cena favorita de quem comandou essa renascença de “Os Mutantes” na internet. “A cena da Tati encontrando o Sapo Bufo e PERGUNTANDO para o sapo se ele viu o pai dela. Dou risada só em lembrar”, concluiu.

Com a alta audiência da reprise, tudo indica que o perfil terá muito material para aproveitar pela frente e vários fãs, novos e antigos, acompanhando a trama. Há alguns anos, a Record até cogitou fazer uma quarta temporada em forma de animação, mas a ideia não foi para frente. Quem sabe a emissora não se anima com o sucesso recente.