Corria o início de 1989 quando Tim Berners-Lee publicou um documento chamado “Information Management: A Proposal” (Gerenciamento de Informação: Uma Proposta, em tradução livre). Estava aí a gênese do que viria a se tornar a rede mundial de computadores, a World Wide Web, uma das maiores revoluções informacionais já vividas pela humanidade.

Quem acessa a página inicial do Google nesta terça-feira (12) dá de cara com uma versão pixelizada da logo da empresa. Nela, há um computador antigo conectado a uma rede telefônica e o globo terrestre carrega bem lentamente na tela, uma referência aos primórdios das conexões à internet, quando tudo era absurdamente mais lento do que agora.

Mas levaria ainda quase dois anos para que, em 1991, após receber o aval de seus chefes, Berners-Lee colocasse no ar os primeiros servidores da Web.

GoogleDoodle da Google comemora as três décadas da rede mundial de computadores. (Fonte: Google/Reprodução)

“A Web logo revolucionaria a vida como nós conhecemos, inaugurando a era da informação”, escreve a Google no texto em que apresenta o doodle desta terça. “Hoje, há quase 2 bilhões de sites online. Quer os utilize para email, tarefas de casa, jogos ou ver vídeos de animais fofinhos, é provável que você não consiga imaginar a vida sem a Web”, conclui a empresa.

A Google também alerta para não confundirmos a Web com a Internet: enquanto a segundo surgiu nos anos 1960, a Web é uma forma de organização do conteúdo acessado por meio de uma conexão à Internet. Nas palavras da empresa, ela é uma “aplicação online baseada em inovações como linguagem HTML, ‘endereços’ de URL e protocolo de transferência de hipertexto, o HTTP.”

Cupons de desconto TecMundo: