Imagem de: Jeff Bezos acusa jornal aliado de Trump de usar nudes para chantageá-lo

Jeff Bezos acusa jornal aliado de Trump de usar nudes para chantageá-lo

2 min de leitura
Avatar do autor

Jeff Bezos, um dos homens mais ricos do mundo, publicou um longo texto no Medium acusando um jornal aliado de Donald Trump de tentar extorqui-lo e ameaçando vazar nudes do criador e presidente da Amazon. Para piorar a situação, Bezos também publicou a descrição dos seus nudes enviadas até ele no suposto email de extorsão.

O imbróglio todo estourou em janeiro, quando foi anunciada a separação de Bezos e sua esposa, Mackenzie Bezos. Na época, o tabloide de fofoca sensacionalista National Enquire, publicado pela American Media Inc. (AMI), foi o primeiro a tratar do caso extraconjugal do executivo da Amazon com a ex-apresentadora de TV Lauren Sánchez, que teria sido a causa da separação.

O jornal publicou o conteúdo de mensagens de textos íntimas trocadas entre Bezos e Sánchez e, para descobrir quais as motivações por trás dessas revelações, o execeutivo contratou um detetive particular, o que teria deixado irritado David Pecker, dono do National Enquire.

Pecker é aliado de longa data de Trump, presidente cuja administração é constantemente criticada no jornal Washington Post, de propriedade de Jeff Bezos. A suspeita, então, é que as posições do dono da Amazon em relação ao mandatário dos Estados Unidos possam ser a origem dos ataques contra ele — o Washington Post chegou a publicar um texto a respeito disso nesta semana.

O resultado de tudo isso, portanto, foi descrito por Bezos em seu já histórico texto. Segundo a postagem, executivos e até mesmo o advogado da AMI pediram ao bilionário que afirmasse publicamente não ter qualquer motivo para crer que houvesse “motivações políticas ou forças políticas influentes” do National Enquire por trás da publicização das mensagens libidinosas trocadas com Sánchez.

“Selfie abaixo da cintura”

Na postagem, Bezos divulgou na íntegra os emails de extorsão que recebeu de pessoas da AMI, e um deles teria sido enviado por Dylan Howard, diretor de conteúdo da editora. Na mensagem, Howard descreve como seriam as fotos que Bezos talvez não gostasse de ver publicadas, e a descreve como “uma selfie abaixo da cintura — outrora coloquialmente conhecida como foto de p*u”.

Adiante, ele detalha todas 10 imagens que supostamente revelariam a intimidade não apenas fotos de Bezos, mas também de Lauren Sánchez — haveria também fotos da ex-apresentadora no pacote. Finalizando o email, ele faz um apelo para que "o bom senso possa prevalecer".

“Não daria a nenhum editor o prazer de enviar este email", escreveu. "Espero que o bom senso possa prevalecer — e rapidamente”, conclui o autor do email creditado a Howard.

Enfrentando a vergonha

Em sua postagem, Bezos afirma que “em vez de ceder à extorsão e à chantagem, eu decidi publicar exatamente o que eles me enviaram, apesar de todo o custo pessoal e da vergonha com que eles me ameaçam”.

“Qualquer constrangimento pessoal que a AMI possa me causar me deixa em segundo plano porque há um assunto muito mais importante envolvido aqui”, prossegue do dono da Amazon. “Se em minha posição eu não consigo enfrentar esse tipo de extorsão, quantas pessoas conseguem?”, afirma.

AMI, National Enquire e as pessoas citadas por Bezos no Medium ainda não se pronunciaram publicamente a respeito do caso.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Jeff Bezos acusa jornal aliado de Trump de usar nudes para chantageá-lo