De acordo com uma avaliação feita com 87 bilhões de medições em 8 milhões de smartphones em 69 países, a internet móvel no Brasil é melhor para consumir streaming de vídeo do que a dos EUA por exemplo. Isso é interessante especialmente pelo fato de a nossa velocidade média estar em 12 Mbps, enquanto a deles chega a 16,5 Mbps.

Essa comparação surge a partir de uma nova métrica desenvolvida pela OpenSignal para avaliar a experiência do usuário em redes móveis ao redor do mundo. A ideia de avaliar a qualidade da transmissão de vídeo surgiu, de acordo com a organização, pelo fato de esse tipo de conteúdo representar hoje a grande maioria do tráfego mobile e também por representar dificuldades técnicas importantes.

Se uma operadora consegue manter estabilidade para transmissão de vídeo em alta resolução, ela também consegue entregar uma boa experiência em outras aplicações.

É preciso que haja um fluxo consistente para evitar travamentos

“Uma conexão super-rápida não é necessária para fazer streaming de vídeo, mas é preciso que haja um fluxo consistente para evitar travamentos. Assim, uma rede que entrega 50 Mbps e, um segundo depois, cai para 2 Mbps provavelmente vai oferecer uma experiência geral pior do que a rede que consegue manter 20 Mbps”, diz o relatório da OpenSignal.

Apesar disso, tanto Brasil quanto EUA ficaram na parte de baixo da tabela, mas ambos classificados como tendo uma experiência “decente”. Curiosamente, nenhum dos países analisados conseguiu a classificação “excelente”.

internet

Mais curioso do que isso é a diferença das posições nos rankings de velocidade e o de experiência para streaming de vídeo. Enquanto a Coreia do Sul reina suprema no topo do gráfico de conexões mais rápidas, o país asiático fica 16º lugar em streaming de vídeo. Por isso, de acordo com a nova métrica da OpenSignal, o país com a verdadeira melhor internet móvel do mundo é a República Tcheca, que combina bem velocidade e estabilidade.

É interessante destacar também que, nos EUA, as operadoras limitam intencionalmente a velocidade das suas conexões móveis. Por lá, os planos de dados ilimitados têm se tornado muito populares, e, para evitar que os consumidores congestionem a rede, as empresas permitem streaming apenas em 480p.

internet

Além disso, como o 5G está agendado para começar a funcionar por lá no início de 2019, pode ser que haja um interesse em depreciar a velocidade do 4G para que se possa cobrar mais pelo 5G.