Um voo que saía de Oakland, nos EUA, com destino a Maui, no Havaí, foi atrasado em cerca de 90 minutos porque uma adolescente enviou uma foto de um “crime simulado” para pelo menos 15 passageiros que estavam no avião.

Na imagem, parecia que havia uma criança morta no chão, com marcadores de evidência espalhados e pessoas em volta. Era possível notar que aquela imagem não havia sido feita dentro da aeronave, mas, quando os passageiros que receberam a foto e mostraram para a tripulação, formou-se uma pequena confusão.

O voo, que já estava taxiando na pista do aeroporto, voltou ao portão de embarque. A adolescente e sua mãe saíram da aeronave para interrogatório e tiveram que pegar um voo no dia seguinte.

buzzfeednews15 pessoas receberam a mesma imagem enquanto o avião taxiava na pista do aeroporto

Como isso aconteceu?

De acordo com o apurado pelo BuzzFeed News, a garota de 15 anos estava tentando enviar a imagem para o iPhone de sua mãe, que havia sido comprado há pouco tempo. A foto era de uma simulação de assassinato feita em sua escola, com um manequim jogado no chão de rosto para baixo. Os passageiros teriam confundido a situação com um crime real e ficaram alarmados.

Não passou pela mende da dupla modificar o nome do smartphone da mulher mais velha para que ele fosse identificado

Como o iPhone de sua mãe era novo, ela ainda não tinha mudado o nome do dispositivo nas configurações. Dessa maneira, quando tentou enviar a foto via AirDrop, a garota não tinha certeza de qual smartphone era o de sua mãe. Ela então foi enviando o mesmo arquivo para várias pessoas até conseguir encontrar o aparelho certo na lista. Por alguma razão, não passou pela mende da dupla modificar o nome do smartphone da mulher mais velha para que ele fosse identificado.

Ray Kelly, um agente do aeroporto que atendeu ao caso, conversou com o BuzzFeed News e disse que a menina ficou bastante preocupada quando percebeu o que havia feito, explicando que enviou as fotos por engano.

“Ela estava contando para a mãe sobre a aula na qual tirou a foto, e a mãe dela aparentemente tinha acabado de comprar um novo iPhone”, disse Kelly. “As pessoas ficaram um pouco alarmadas”. O agente ainda disse que a garota chorou bastante e teve que ser consolada por sua equipe para dar depoimento.