Bem, os idiomas e suas regras são coisas vivas, que vão se modificando de maneira dinâmica, de acordo com o momento em que a sociedade vive. O dicionário online Oxford já adotou, por exemplo, termos como “clickbait” e “binge-watching”. No caso deste segundo, o próprio noticiário nacional passou a usar como “maratonar”, em especial quando falamos sobre a Netflix. Afinal de contas, ao lançar temporadas com todos os episódios, ela facilita as sessões com telespectadores vendo vários capítulos — ou todos — de uma só vez.

Plataforma de streaming pode estar seguindo outras gigantes da tecnologia, que vêm limitando o tempo de tela dos usuários por conta de questões de saúde

Contudo, ao que parece, o serviço de streaming não quer mais estar associado ao “binge-watching” ou “maratonas” de séries. Uma evidência disso está na promoção da mais nova atração, a série “Os Inocentes”, com Guy Pearce. Ao ser perguntado pelo Empire Film Podcast se ela teria potencial para ser “maratonada”, o ator disse que não pode usar essa palavra. “Acho que a Netflix não gosta do termo ‘maratonar’”, afirmou, dizendo que todo o elenco foi “estritamente instruído de antemão a não citar ‘maratonas de séries’ durante as entrevistas”.

Tudo bem que “Os Inocentes” não apresenta aquele apelo de fácil e rápida degustação para uma ampla audiência. Além disso, há atrações com formatos e licenças por região que impedem a todos assistirem de uma só vez em estreias mundiais, por exemplo.

netflixGuy Pearce, na série "Os Inocentes", que chegou à Netflix na semana passada

Mas, não é só isso: uma rápida busca no perfil do Twitter da Netflix mostra que o termo, tão utilizado em 2017, foi mencionado poucas vezes neste ano. A maior razão seria a tendência atual que as gigantes da tecnologia têm seguido para evitar o consumo excessivo e melhorar a saúde dos usuários.

Todas as grandes companhias vêm oferecendo maneiras de limitar o tempo de tela na vida de seus seguidores. E, ao que parece, a Netflix, também estaria fazendo isso, de maneira mais discreta. Por enquanto, o serviço de streaming não comentou o assunto.