O corpo humano tem uma série de reações curiosas e misteriosas. Arrepios, piscadas, espasmos, suor, vermelhidão na pele e várias outras involuntárias são desencadeadas por motivos mais involuntários ainda, sem que a gente consiga controlar.

Mas há uma em específico que vem intrigando os especialistas, embora ainda seja bem pouco estudada. Ela se chama Resposta Sensorial Autônoma do Meridiano (ASMR, do inglês Autonomous Sensory Meridian Response) e há alguns anos já é febre na internet, com mais de 13 milhões de vídeos sobre o tema disponíveis na web.

O ASMR corresponde àquela sensação esquisita, porém agradável, que muitas pessoas experienciam quando escutam sons baixos ou fala próxima ao ouvido. É uma espécie de arrepio ou formigamento na nuca, que se move da cabeça à base do pescoço e que, para muita gente, ajuda a relaxar e dormir.

Pois foi exatamente isso que os cientistas britânicos descobriram: que o ASMR pode ter efeitos terapêuticos com benefícios para a saúde mental e física. Por causa dos relatos de quem o sente, o fenômeno, inclusive, é chamado popularmente de orgasmo cerebral. Mas, como isso tudo pode ser quantificado pela ciência?

O lado científico

Mais de mil pessoas participaram do estudo realizado pelos pesquisadores britânicos, quando foram convidados a assistir a vídeos de gatilho do ASMR e relatar suas sensações. Desses, 813 tiveram sintomas que condizem com os do ASMR e se sentiram significativamente mais calmos e animados do que quem não tinha ASMR.

Em um segundo momento do estudo, 110 voluntários foram conectados a sensores e eletrodos para medir as respostas fisiológicas enquanto assistiam a alguns vídeos de ASMR.

O resultado foi que, enquanto assistiam, os batimentos cardíacos de algumas pessoas eram reduzidos em 3,41 batimentos por minuto, em média, enquanto o de outras, que não possuem essa resposta, não se alterava.

Os resultados sugerem que, tendo em vista os benefícios desses vídeos para algumas pessoas, no futuro o ASMR poderá inclusive ter uma base técnica como terapia de relaxamento, proporcionando benefícios em diferentes áreas, mas especialmente no combate ao estresse e à insônia.

Arrepios causados pelo ASMR podem ter benefícios físicos e mentais via Mega Curioso