[ATUALIZADO]: A Assessoria de Imprensa da Avast no Brasil entrou em contato com o TecMundo nesta terça-feira (03/07) para comunicar que "a questão já foi resolvida". Fica aí então o aviso de que os itens da Avast não estão mais entrando em conflito com a atualização de segurança do Firefox e, portanto, estão funcionando corretamente com os produtos da Google.

Mozilla emitiu um comunicado nesta quinta-feira (28) para alertar sobre problemas encontrados por vários usuários, ao utilizarem alguns antivírus. Entre eles estão os populares AVG e Avast, que estão entrando em conflito com uma atualização de segurança do Firefox e causando a perda de conexão às páginas seguras de produtos da Google, a exemplo do Gmail.

De acordo com a Mozilla, essa questão tem a ver com a maneira como o Avast e o AVG verificam o tráfego HTTPS antes de entregá-lo ao browser. “Os produtos Avast e AVG podem não estar prontos para a especificação TLS 1.3 mais recentes e seguros usados nas versões mais novas do Firefox. Como resultado, os usuários podem ver páginas de erro intermitentes com falha na conexão segura em sites como o Google e outros”, relata o site da empresa.

Isso também estaria afetando outros antivírus, como o ESET e o NOD32. O Avast já adiantou que está ciente desse inconveniente e está trabalhando em um update que deve ser distribuído nas próximas 24. Outros utilitários que vêm apresentando algo semelhante devem fazer o mesmo em breve.

mozilla firefox

Enquanto isso, para driblar esse bloqueio no Avast e no AVG, é preciso abrir os aplicativos e desativar a caixa “Enable HTTPS Scanning” nas configurações, a partir da seção “Web Shield”, que fica em “Customize”, dentro de “Components”.

Cupons de desconto TecMundo: